Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Epidemiologia da rubéola no município de São Paulo, 1992 - 2001 (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BELLO, CARMEN BARATA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: RUBÉOLA (EPIDEMIOLOGIA;PREVENÇÃO E CONTROLE;IMUNOLOGIA;DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA); IMUNIZAÇÃO; PROGRAMAS DE VACINAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho é estudar o comportamento epidemiológico da Rubéola no Município de São Paulo, Brasil, de 1992 a 2001, numa análise série-temporal, a partir da inclusão do plano de controle. Descreveu-se a distribuição espacial da cirulação do vírus da Rubéola no Município segundo Distritos de Saúde e avaliou-se a possibilidade de concentração da incidência da rubéola em áreas geográficas específicas. A partir de dados fornecidos pela Divisão de Doenças de Transmissão Respiratórias da Decretaria Estadual de Saúde do Estado de São Paulo, foram levantados números de casos categorizados por data, idade, sexo, situação vacinal, se gestante, contato com outro caso de rubéola e domicílio. O ano de 2000 foi o de maior ocorrência com Coeficiente de Incidência (CI) de 13,36/100.000 hab. A faixa etária com a maior incidência foi de 20-29 anos, (40,16/100.000 habitantes) no mesmo ano. A distribuição por sexo, não apresentou diferença significativa. Quanto à situação vacinal 13,16 por cento tinham conhecimento de Ter tomado a vacina contra a rubéola. 3 por cento dos casos de rubéola ocorreram em gestantes nos 10 anos de notificação. 23,7 por cento dos pacientes referiram contato anterior a infecção, com pessoas com rubéola.Estes pacientes se concentraram em dois ambientes com maior porcentagem de contágio: o domicílio (37,15 por cento) e o local de trabalho (22,89 por cento). Os Distritos de Saúde onde ocorreram repetições de valores atípicos alto doperíodo de notificação foram: Butantã, Santana, Mooca, Sto. Amaro, Jabaquara, Santa Cecília e Vila Matilde. Não houve evidência de agregação geográfica no período. Ocorreram repetições de valores atípicos baixos com zero notificação em vários distritos de saúde em cinco anos de estudo. Foram feitas comparações da distribuição espacial da rubéola com a densidade demográfica e com a renda média mensal nos distritos de saúde e não foi encontrada associação.(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.11.2003

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800035952Mtr 1342
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BELLO, Carmen Barata; SILVA, Nilza Nunes da. Epidemiologia da rubéola no município de São Paulo, 1992 - 2001. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Bello, C. B., & Silva, N. N. da. (2003). Epidemiologia da rubéola no município de São Paulo, 1992 - 2001. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bello CB, Silva NN da. Epidemiologia da rubéola no município de São Paulo, 1992 - 2001. 2003 ;
    • Vancouver

      Bello CB, Silva NN da. Epidemiologia da rubéola no município de São Paulo, 1992 - 2001. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: