Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos níveis plasmáticos e possíveis alterações clínico-laboratoriais em pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica na terapia com nifedipina (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: AMARAL, RENATA TEIXEIRA DO - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: HIPERTENSÃO; FÁRMACOS (SISTEMA CARDIOVASCULAR) (EFEITOS ADVERSOS); SANGUE (ANÁLISE); BIOQUÍMICA CLÍNICA
  • Language: Português
  • Abstract: A nifedipina atua como bloqueador de canais de cálcio inibindo o fluxo transmembrânico de ions ´CaPOT.2POSITIVO´ no interior das células do músculo cardíaco e células do músculo liso vascular, o qual induz ao relaxamento do músculo liso e diminuição da resistência vascular periférica. É utilizado no Brasil no tratamento de hipertensão arterial sistêmica (HAS), faz parte da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais do Ministério da Saúde e vem sendo distribuída pela Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Uma vez que a determinação plasmática do fármaco contribui para maior segurança de seu uso, o objetivo deste trabalho se prendeu em padronizar e validar um método analítico em cromatografia em fase gasosa com detecção por captura de elétrons, sensível, específico e reprodutível para a quantificação das concentrações plasmáticas com a finalidade de avaliar a relação entre a dose diária de 60mg e a concentração plasmática versus a resposta da pressão arterial sistêmica, observando a ocorrência de possíveis reações adversas, alterações bioquímicas e hematológicas, em pacientes portadores de HAS, submetidos à farmacoterapia. O método apresentou linearidade na faixa de 10 a 200 ng.m´LPOT.MENOS1´, com coeficiente de correlação (r) igual a 0,9977. Coeficientes de variação de precisão intra e interensaio menor que 10% e recuperação absoluta da nifedipina de 74,47 a 75,97´POR CENTO´. Os limites de detecção e quantificação do método foram de 1,0 e 2,0ng.m´LPOT.MENOS1´, respectivamente e o fármaco demonstrou ser estável por 90 dias quando armazenado a ´70GRAUS´C´NEGATIVO´ ao abrigo da luz. Os dados observados no presente estudo permitiram evidenciar que os pacientes apresentaram concentrações plasmáticas no intervalo terapêutico preconizado, as quais foram efetivas na redução da pressão arterial sistólica e diastólica. Estas concentrãções não acarretaram efeitos adversos em nível do sistema hematológico ) e bioquímico estatisticamente significativos e em relação às reações adversas relacionadas ao medicamento, tais como: cefaléia, edema periférico vascular, tontura, hipotensão arterial, rubor, tosse e cãibras, apesar de relatadas de forma significativa pelos pacientes no inicio do tratamento, foram ao longo do mesmo minimizadas e pouco relatadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.03.2005
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100010511T 615.9 A485a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMARAL, Renata Teixeira do; CARVALHO, Dermeval de. Avaliação dos níveis plasmáticos e possíveis alterações clínico-laboratoriais em pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica na terapia com nifedipina. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-29012018-101149/pt-br.php >.
    • APA

      Amaral, R. T. do, & Carvalho, D. de. (2005). Avaliação dos níveis plasmáticos e possíveis alterações clínico-laboratoriais em pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica na terapia com nifedipina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-29012018-101149/pt-br.php
    • NLM

      Amaral RT do, Carvalho D de. Avaliação dos níveis plasmáticos e possíveis alterações clínico-laboratoriais em pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica na terapia com nifedipina [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-29012018-101149/pt-br.php
    • Vancouver

      Amaral RT do, Carvalho D de. Avaliação dos níveis plasmáticos e possíveis alterações clínico-laboratoriais em pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica na terapia com nifedipina [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-29012018-101149/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: