Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana: papel da IL-12, IL-18, IFN-y, PAF e da molécula de adesão ICAM-1 (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORENO, SUSANA ELISA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: INFLAMAÇÃO (FARMACOLOGIA); IMUNOLOGIA CELULAR (FARMACOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Durante um processo infeccioso, o recrutamento de leucócitos é fundamental para a circunscrição do agente agressor e conseqümte resolução do quadro infeccioso. Os neutrófilos são as principais células a chegarem ao foco de infecção em reposta a citocinas e quimiocinas. Uma vez no foco da lesão essas células podem eliminar o agente agressor através da fagocitose e mecanismos microbicidas desencadeados pela ativação celular. A migração e ativação dos neutrófilos são reguladas por um amplo espectro de mediadores como citocinas e mediadores lipídicos liberados primeiramente pelas células residentes e, posteriormente, pelas células recrutadas para o foco infeccioso. Com base nesses dados, o objetivo do presente trabalho foi investigar o papel das citocinas IL-12, IL-18 e INF'gama', bem como do mediador lipídico PAF e da molécula de adesão ICAM-1 na migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana. Inicialmente investigamos a participação das citocinas IL-12 e IL-18 na sobrevida de animais submetidos à SL- e L-CLP, utilizando-se camundongos deficientes paras estas citocinas. Os animais 'IL-18 POT. -/-' submetidos à SL e L-CLP não apresentaram diferenças na sobrevida, migração de neutrófilos para o foco infeccioso quando comparados aos respectivos grupos controles. Também não foram observadas diferenças na fagocitose e atividade microbicida em neutrófilos obtidos destes animais em relação aos animais selvagens. Contrariamente, animais 'IL-12 POT. -/-'submetidos à sepse não letal apresentaram aumento na taxa de mortalidade e aumento na carga bacteriana no peritônio, apesar da adequada migração de neutrófilos para o foco infeccioso. A inabilidade dos animais 'IL-12 POT. -/-' em circunscrever a infecção se correlacionou á redução da fagocitose, produção de NO e atividade microbicida pelos neutrófilos obtidos destes animais, o que pode estar relacionada á redução na produção de INF-'gama', uma vez que ... animais 'IL-12 POT. -/-' apresentaram redução na produção de INF-'gama'. Confirmando esta hipótese, a reposição de INF-'gama' foi capaz de restabelecer a fagocitose, produção de NO e atividade microbicida por neutrófi1os de animais 'IL-12 POT. -/-'. Assim podemos sugerir que deficiência da IL-18 parece não comprometer as respostas de defesa do hospedeiro. Por outro lado a IL-12 parece apresentar um papel fundamental na fagocitose e atividade microbicida dos neutrófi1os através da indução da síntese de INF-'gama'. Quando investigamos o papel do PAF na migração de neutrófi1os e evolução da sepse, através de animais deficientes para o receptor do PAF ('P AFR POT. -/-') ou antagonista seletivo ; dos receptores de P AF (PCA), os resultados demonstraram que o bloqueio dos efeitos do PAF foi capaz reduzir a taxa de mortalidade dos animais submetidos a CLP letal, o que parece estar correlacionado a ausência de falência da migração de neutrófilos para o foco infeccioso nestes animais e conseqüenteaumento do clearence bacteriano. Mediante o bloqueio dos efeitos do PAF também houve redução na inflamação sistêmica, representada por menores concentrações séricas de TNF-'alfa', bem como menor infiltração neutrófilos nos pulmões. Estes dados sugerem que um papel deletério do PAF na evolução da sepse polimicrobiana. Em relação à participação da molécula de adesão ICAM-1 na sepse, observou-se o aumento da sobrevida de camundongos ICAM-1 deficientes após CLP letal, embora os animais tenham apresentado falência da migração de neutrófilos para o foco infeccioso. Entretanto, animais ICAM-1 deficientes exibiram menor carga bacteriana, o que se correlacionou ao o aumento da viabilidade dos neutrófilos emigrados para o foco infeccioso e aumento na capacidade de produção de NO por estas células. Os resultados também demonstraram a redução do seqüestro de neutrófilos para os pulmões e coração de animais ICAM-1 ... deficientes. Nossos dados sugerem que a deleção genética da molécula de adesão ICAM-1 confere maior resistência aos animais a sepse grave induzida por CLP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.05.2005

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200030099Moreno, Susana Elisa
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORENO, Susana Elisa; CUNHA, Fernando de Queiróz. Migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana: papel da IL-12, IL-18, IFN-y, PAF e da molécula de adesão ICAM-1. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Moreno, S. E., & Cunha, F. de Q. (2005). Migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana: papel da IL-12, IL-18, IFN-y, PAF e da molécula de adesão ICAM-1. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Moreno SE, Cunha F de Q. Migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana: papel da IL-12, IL-18, IFN-y, PAF e da molécula de adesão ICAM-1. 2005 ;
    • Vancouver

      Moreno SE, Cunha F de Q. Migração e ativação de neutrófilos na sepse polimicrobiana: papel da IL-12, IL-18, IFN-y, PAF e da molécula de adesão ICAM-1. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: