Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudos de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e componentes do solo utilizando análises espectroscópicas (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SIMOES, MARCELO LUIZ - ENGMAT
  • USP Schools: ENGMAT
  • Subjects: QUÍMICA DO SOLO; MATÉRIA CONDENSADA; ESPECTROSCOPIA DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR
  • Language: Português
  • Abstract: A avaliação da ocorrência de interaçães hidrofóbicas em substâncias húmicas torna-se importante pois este tipo de interação pode afetar a dinâmica e a reatividade de contaminantes apoIares no ambiente e influenciar no controle biogeoquímico do carbono no solo, podendo contribuir para a mitigação do efeito estufa. Entretanto, devido à heterogeneidade química das substâncias húmicas associada à baixa energia envolvida neste tipo de interação, evidências ou detecçães experimentais são difíceis. Neste trabalho avaliou-se a ocorrência de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e também em alguns componentes do solo utilizando a metodologia de marcador de spin, detectável por ressonância paramagnética eletrônica, e a supressão de fluorescência. A utilização de diferentes marcadores de spin (TEMPO, 5-SASL, 16-SASL e 5-MSSL) possibilitou avaliar que a interação estabelecida com o ácido húmico é predominantemente hidrofóbica. A forte imobilização do marcador 5-SASL no ácido húmico foi confirmada pela diminuição dos valores da taxa de difusão rotacional obtida por simulação espectral ('10 POT.9''s POT. -1' em água e '10 POT.6' 's POT.-1' em presença do ácido húmico). Da análise do comportamento espectral do marcador de spin, observou-se que a conformação estrutural do ácido húmico depende, além do pH, da concentração iônica. Em pH 7,5, foi observado que a utilização de concentrações iônicas acima de 0,1 moI 'L POT.-1' de cloreto de sódio favoreceu a formação desítios hidrofóbicos menos expostos ao meio aquoso (internos). O tempo de hidratação e a concentração de ácido húmico também influenciaram na formação destes sítios. Os experimentos com variação de concentração de ácido húmico e de marcador de spin sugeriram que a estruturação de sítios hidrofóbicos internos, observados principalmente abaixo de pH 5, seja devida à agregação de várias estruturas húmicas menores.) Embora tenha sido observada a existência de sítios hidrofóbicos no ácido fúlvico, este. apresentou maior dificuldade de agregação em comparação ao ácido húmico, o que foi atribuído ao seu caráter mais hidrofilico. Dos experimentos de supressão de fluorescência, observou-se que a interação do pireno foi influenciada pelas características químicas dos ácidos húmicos extraídos de diferentes solos e sistemas de manejo. Os dados mostraram que quanto maior a aromaticidade do ácido húmico maior foi a interação, sugerindo que as interaçães estabelecidas ocorrem predominantemente por meio de forças de van der Waals. Não se obteve correlações significativas entre a porcentagem estimada de moléculas de marcadores de spin imobilizadas nos sítios hidrofóbicos internos com as características químicas dos ácidos húmicos. Este comportamento sugeriu que estes sítios podem estar mais associados à conformação estrutural do que à composição química dos ácidos húmicos. Também foi analisado o comportamento espectral do marcador de spin na presença de alguns componentes do solo (fração argila, solo tratado com ácido fluorídrico e ácido húmico). Pelos resultados não se observou imobilização do marcador de spin na fração argila (caulinita), diferentemente do que foi observado para o solo tratado com ácido fluorídrico e ácido húmico. As diferenças na imobilização dos marcadores de spin foram atribuídas aos diferentes teores de carbono de cada amostra
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.08.2005

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IFSC82001695Te1695
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SIMOES, Marcelo Luiz; MARTIN NETO, Ladislau. Estudos de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e componentes do solo utilizando análises espectroscópicas. 2005.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-05052010-155242/ >.
    • APA

      Simoes, M. L., & Martin Neto, L. (2005). Estudos de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e componentes do solo utilizando análises espectroscópicas. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-05052010-155242/
    • NLM

      Simoes ML, Martin Neto L. Estudos de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e componentes do solo utilizando análises espectroscópicas [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-05052010-155242/
    • Vancouver

      Simoes ML, Martin Neto L. Estudos de interações hidrofóbicas em substâncias húmicas e componentes do solo utilizando análises espectroscópicas [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/88/88131/tde-05052010-155242/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019