Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O Centro da maioria: tendências socioespaciais da cidade de Fortaleza na atualidade (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARTAXO FILHO, JOAQUIM - FAU
  • USP Schools: FAU
  • Sigla do Departamento: AUP
  • Subjects: ÁREAS CENTRAIS; RENOVAÇÃO URBANA; SEGREGAÇÃO URBANA; SETOR TERCIÁRIO
  • Language: Português
  • Abstract: Em quatro décadas, a sociedade brasileira ficou próxima de duplicar a sua população urbana, gerando nas metrópoles do país uma tendência à policentralidade, expressa na transformação do centro tradicional em centro de consumo popular e na produção de novas áreas de centralidade. A partir da década de 1980, observa-se essa tendência na cidade de Fortaleza. Evidenciar aspectos da produção socioespacial dessa tendência é o objetivo da presente dissertação. Como principais, são apresentados os movimentos de abandono do centro e de escolha de um lugar para concentrarem realizados pelas camadas de alta renda de Fortaleza; a atual distribuição espacial de população e renda na capital; o sistema de transporte e a localização dos equipamentos governamentais; e o deslocamento de atividades do centro tradicional para outras áreas da cidade, em especial o bairro Aldeota onde surge um subcentro. À proporção que esse processo se expande e se consolida, o centro se transforma em um centro de consumo popular.Com fonte de dados utilizou-se a pesquisa SEBRAE/CE sobre os perfis dos clientes e empresários do centro de Fortaleza; anúncios do caderno Classificados do Diário do Nordeste quanto ao aluguel e à venda de salas comerciais; o cadastro do Centro de Pesquisas Imobiliárias - CENPIS - do Sindicato das Empresas de Compra e Venda de Imóveis do Estado do Ceará - SECOVI/CE; e as listas telefônicas da Teleceará e da Telelista para pesquisa dos endereçoscomerciais de advogados, médicos, lojas e agências bancárias.Referenciado no tema da centralidade urbana, na formação, evolução e produção socioespacial de Fortaleza, conclui-se que a mesma reproduz a tendência das metrópoles brasileiras à policentalidade, transformando o seu centro tradicional em centro de consumo popular, todavia, sem desbancá-lo da condição de centro principal pois continua concentrando a maior quantidade de empregos do setor terciário e atendendo a demanda e o interesse maioria da população.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.08.2005

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FAUPG20300012716043:711.523 C322c
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARTAXO FILHO, Joaquim; VILLAÇA, Flávio José Magalhães. O Centro da maioria: tendências socioespaciais da cidade de Fortaleza na atualidade. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Cartaxo Filho, J., & Villaça, F. J. M. (2005). O Centro da maioria: tendências socioespaciais da cidade de Fortaleza na atualidade. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cartaxo Filho J, Villaça FJM. O Centro da maioria: tendências socioespaciais da cidade de Fortaleza na atualidade. 2005 ;
    • Vancouver

      Cartaxo Filho J, Villaça FJM. O Centro da maioria: tendências socioespaciais da cidade de Fortaleza na atualidade. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: