Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da formação de "película" na argamassa colante e sua influência na adesão (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: POVOAS, YEDA VIEIRA - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PCC
  • Subjects: ARGAMASSA; FILMES; POLÍMEROS (MATERIAIS); REOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A aderência de placas cerâmicas ao substrato é uma função da resistência mecânica e da adesão da argamassa colante. De maneira geral, assume-se que a adesão é fortemente afetada pelos aditivos retentores de água e promotores de adesão utilizados na formulação de argamassas colantes, devido à formação de uma "película" superficial. Usualmente essa "película" é analisada na argamassa endurecida, e não no estado fresco, durante sua formação. Com o intuito de entender sua influência na adesão da argamassa colante, primeiramente investigou-se a natureza da "película" superficial presente nos cordões da argamassa colante pela técnica do DRIFT (Reflexão Difusa do Infravermelho por Transformada de Fourier). Esta técnica permite analisar a superfície rugosa da argamassa no estado fresco identificando os compostos orgânicos existentes. Outra técnica também utilizada foi a microscopia eletrônica de varredura ambiental (MEVA), para acompanhar a formação da "película" na superfície de evaporação. Após verificar a natureza dessa "película", procurou-se observar seu real impacto na adesão por meio da tração realizada através da técnica de escoamento por compressão axial (squeeze flow). A compressão efetuada por esse ensaio serviu para estudar o comportamento reológico da argamassa colante e determinar a tensão de escoamento do material. Os resultados do DRIFT comparados com o MEVA demonstraram que argamassas com o retentor de água - HEC (hidroxietil celulose), não apresentouevidência de formação de filme polimérico superficial, enquanto que as argamassas com o promotor de adesão - EVA (copolímero acetato de vinila/etileno), apresentou indícios de filme polimérico descontínuo. Os resultados do estudo de adesão mostraram que existem diferentes tipos de ruptura: (a) coesiva - antes da formação de "película"; (b) coesiva e adesiva - durante a formação de "película"; e (c) adesiva - após a formação de "película". ) Como conclusão geral, a "película" possui indícios de filme polimérico descontínuo, mas a principal causa da sua formação é a aglomeração das partículas devido à evaporação da água superficial, que afeta a adesão da argamassa colante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2005

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPBC31200011100FT-2135
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PÓVOAS, Yêda Vieira; JOHN, Vanderley Moacyr. Avaliação da formação de "película" na argamassa colante e sua influência na adesão. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Póvoas, Y. V., & John, V. M. (2005). Avaliação da formação de "película" na argamassa colante e sua influência na adesão. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Póvoas YV, John VM. Avaliação da formação de "película" na argamassa colante e sua influência na adesão. 2005 ;
    • Vancouver

      Póvoas YV, John VM. Avaliação da formação de "película" na argamassa colante e sua influência na adesão. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: