Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

FGF básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARTONI, LAURA PACHECO - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: FATORES DE CRESCIMENTO; IMUNOHISTOQUÍMICA; PROLIFERAÇÃO CELULAR; PLACENTA; BÚFALOS
  • Language: Português
  • Abstract: O bFGF (fator de crescimento fibroblástico básico) é um dos fatores envolvidos na organogênese placentária. O fator participa da regulação dos processos de angiogênese, de crescimento e desenvolvimento placentário e de proliferação e diferenciação das células placentárias. A homeostase tecidual requer balanço entre proliferação e morte celular. A identificação de células em atividade proliferativa pode ser feita pela detecção do antígeno Ki-67 presente no núcleo das células em proliferação. Objetivou-se estudar a distribuição espaço-temporal do bFGF e dois de seus receptores, FGFR1 e FGFR2, na placenta bubalina correlacionando-a à proliferação celular. Foram utilizadas treze placentas de fêmeas da espécie bubalina em diferentes fases da gestação, divididas em quatro grupos. Grupo 1 (n=4), placentas de 3 meses; grupo 2 (n=4), 5 meses; grupo 3 (n=1), 8 meses e grupo 4 (n=4), 9,5 meses. Para a detecção da proteína do bFGF, FGFR1 e FGFR2 bem como do antígeno Ki-67 foram realizados testes de imuno-histoquímica. Para tal, bloqueou-se a peroxidase endógena com peróxido de hidrogênio PA a 1% em metanol e as reações inespecíficas com soro eqüino. A incubação com os anticorpos primários anti-Ki-67, anti-bFGF, anti-FGFR1 e anti-FGFR2 foi feita a 4°C por vinte e quatro horas e a incubação com o anticorpo secundário universal por vinte minutos em temperatura ambiente. Foi utilizado um complexo avidina-biotina para amplificar a reação e para revelação utilizou-se Nova RedÒ. Aanálise dos resultados foi feita em microscópio óptico em aumento de 400 vezes através do sistema de imagens KS-400. Utilizou-se o programa Graph Prism 4 para análise estatística dos resultados. Foi detectada a expressão da proteína do bFGF e seus receptores no núcleo e citoplasma de células do estroma e epitélio maternos e fetais da placenta bubalina de maneira tempo-dependente ao longo da gestação. A atividade proliferativa apresentou perfil ) decrescente do início até o final da gestação. A correlação observada entre a expressão do bFGF e do Ki-67 nas células do epitélio materno e fetal e estroma materno foi positiva (r = 0,282, r = 0,313 e r = 0,469, respectivamente; p < 0.05); entre FGFR1 e Ki-67 a correlação foi mais elevada para as células do estroma e epitélio maternos e estroma fetal (r = 0,739, r = 0,511 e r = 0,358; p<0,0001) e negativa para o epitélio fetal (r = -0.211); FGFR2 e Ki-67 a correlação foi negativa para as células epitélio materno (r = -0,027) e positiva para o epitélio e estroma fetal (r = 0,384 e r = 0,268; respectivamente; p < 0.05). Pode-se concluir a partir dos resultados obtidos que existe uma correlação positiva entre a expressão da proteína do bFGF de seus receptores 1 e 2 e o antígeno Ki-67. No entanto, essa correlação é dependente do tipo celular e da fase de gestação analisadas, e aponta para um possível envolvimento do bFGF e seu receptor 2 na proliferação do trofoblasto enquanto o receptor 1 modularia a ação de outroagente proliferativo no epitélio materno e estromas materno e fetal.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.08.2005
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300027806T.1552 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARTONI, Laura Pacheco; PAPA, Paula de Carvalho. FGF básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-23062006-173007/ >.
    • APA

      Artoni, L. P., & Papa, P. de C. (2005). FGF básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-23062006-173007/
    • NLM

      Artoni LP, Papa P de C. FGF básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-23062006-173007/
    • Vancouver

      Artoni LP, Papa P de C. FGF básico e seus receptores em relação à atividade proliferativa na placenta bubalina em diferentes fases da gestação [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-23062006-173007/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: