Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Aditivos químicos e inoculantes microbianos em silagens de cana-de-açúcar: perdas na conservação, estabilidade aeróbia e o desempenho de animais (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JUNQUEIRA, MARTA COIMBRA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LZT
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; FERMENTAÇÃO; LACTOBACILLUS; NOVILHOS; SILAGEM; UREIA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho teve o objetivo de avaliar aditivos químicos e microbianos na ensilagem da cana-de-açúcar e analisar os efeitos destes sobre a composição química, as perdas de matéria seca, estabilidade aeróbia e desempenho de animais. No experimento 1 a forragem picada foi ensilada em baldes plásticos, onde em cada balde foi adaptada uma "válvula de Bunsen" para eliminação de gases e um dispositivo para a coleta de efluentes. Os tratamentos: Controle; Uréia a 1% (MV); Uréia a 1,5% (MV); Uréia a 2,0 % (MV) e LB: Lactobacillus buchneri foram avaliados 90 dias após a ensilagem. Houve efeito (P<0,05) para a recuperação de MS (RMS), o tratamento controle e uréia 1,5% mantiveram-se semelhantes quanto à RMS, com valores de 77,26 e 82,42%, respectivamente. Os três tratamentos contendo uréia não diferiram entre si e apresentaram similaridade com as silagens aditivadas com LB. Não houve efeito para as perdas por produção de efluente (PE), ocorrendo pequena produção de efluente em todos os tratamentos. Houve efeito (P<0,05) para os valores de perdas por gases (PG), onde a silagem controle apresentou maior PG (22,19% MS), levando ao menor índice de RMS (77,26%). Não houve diferença significativa entre os tratamentos na estabilidade aeróbia. Na avaliação da composição bromatológica das silagens o melhor resultado foi para o tratamento uréia 2,0%, que se manteve mais estável durante toda a exposição aeróbia. No experimento 2 Os tratamentos foram: LB: Lactobacillusbuchneri; U 1%; U 1,5%; U 2%. Na avaliação da composição químico-bromatológica das silagens houve efeito dos tratamentos (P<0,01) para teores de PB, onde o menor valor observado foi no tratamento LB e os maiores valores ocorreram nos tratamentos com 1,5 e 2% de uréia Houve diminuição dos teores de CS e DIVMS e elevação no teor de FDN após a ensilagem. O desempenho foi avaliado em 60 novilhas, com peso médio de 240 kg. Em relação a ingestão de MS (IMS), houve diferença significativa (P<0,05) entre os tratamentos apenas no terceiro período, onde o tratamento uréia 1,5% apresentou a menor IMS. Para a taxa de ganho de peso, houve efeito (P<0,05) do tratamento uréia 1,0% entre os períodos, onde no segundo período a taxa de ganho de peso foi menor do que os outros períodos. Para a conversão alimentar, houve efeito para o tratamento uréia 1,5% entre os subperíodos de avaliações. Na média, o melhor resultado de CA ocorreu no tratamento uréia 1,0%. Houve efeito de tratamento (P<0,01) para as perdas por deterioração observadas no painel dos silos, onde as menores perdas foram observadas nos tratamentos LB e uréia 1,0%, evidenciando a eficiência do aditivo bacteriano L. buchneri no aumento da estabilidade aeróbia da silagem. No conjunto das observações a dose de uréia 1,0% na silagem de cana associou vantagens relacionadas à conservação da forragem e desempenho de animais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.02.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500040347t636.08552 J95a e.2 86918
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JUNQUEIRA, Marta Coimbra; NUSSIO, Luiz Gustavo. Aditivos químicos e inoculantes microbianos em silagens de cana-de-açúcar: perdas na conservação, estabilidade aeróbia e o desempenho de animais. 2006.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006.
    • APA

      Junqueira, M. C., & Nussio, L. G. (2006). Aditivos químicos e inoculantes microbianos em silagens de cana-de-açúcar: perdas na conservação, estabilidade aeróbia e o desempenho de animais. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Junqueira MC, Nussio LG. Aditivos químicos e inoculantes microbianos em silagens de cana-de-açúcar: perdas na conservação, estabilidade aeróbia e o desempenho de animais. 2006 ;
    • Vancouver

      Junqueira MC, Nussio LG. Aditivos químicos e inoculantes microbianos em silagens de cana-de-açúcar: perdas na conservação, estabilidade aeróbia e o desempenho de animais. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: