Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

PK-PD e invensão quiral do fenoprofeno: estudos experimentais e estudo clínicos com pacientes portadores de lupus eritematoso sistêmico (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARISSA, GIULIANO RODRIGO - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Subjects: FARMACOCINÉTICA CLÍNICA; TOXICOLOGIA; FARMACOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O fenoprofeno é um antiinflamatório não esteroidal empregado na clínica como mistura racêmica apesar da atividade farmacológica (inibição da COX-l e COX-2) residir principalmente no enantiômero (+)-(S). O objetivo da presente investigação foi avaliar a influência do Lupus Eritematoso Sistêmico (LES) na farmacocinética enantiosseletiva e na farmacodinâmica do fenoprofeno administrado como mistura racêmica. Foram investigados 17 pacientes portadores de LES e 13 voluntários sadios tratados com dose única oral de 600 mg do fenoprofeno cálcico racêmico. Amostras seriadas de sangue foram coletadas no período de zero a 24 h após a dose e analisadas por HPLC com o uso de coluna com fase estacionária quiral. A análise farmacocinética do eutômero (+)-(S)-fenoprofeno foi realizada através de metodologias compartimental (WinNonlin) e populacional (NONMEM). A análise farmacodinâmica foi realizada através do modelo 'E IND.max' Sigmoidal Inibitório utilizando-se como biomarcadores de efeito a tromboxana 'B IND. 2' sérica e a prostaglandina 'E IND. 2' plasmática. Adicionalmente, foram realizados ensaios in vitro e in vivo em modelo animal com o objetivo de se obter um modelo pré-c1ínico preditivo de efeito do antiinflamatório em humanos. Não foram encontradas diferenças nas estimativas dos principais parâmetros farmacocinéticos entre o grupo de voluntários sadios e de pacientes portadores de LES. A aplicação do modelo 'E IND. max' sigmoidal inibitório na avaliação da relaçãoentre as concentrações de (+)-(S)-fenoprofeno e dos marcadores de efeito, sugere diferenças in vivo entre ratos e voluntários sadios e diferenças in vivo entre voluntários sadios e pacientes portadores de LES na atividade de COX-l. Em relação à inibição da COX-2 não foram observadas diferenças inter-espécies ou diferenças entre voluntários sadios e pacientes portadores de LES. Os dados sugerem o rato como um modelo experimental conveniente para a ) avaliação da inibição de COX-2 pelo (+)-(S)-fenoprofeno e que o LES não influenciou a farmacocinética enantiosseletiva do (+)-(S)-fenoprofeno fazendo-se desnecessário a utilização de ajuste de doses
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.02.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCFRP10600007507Barissa, Giuliano Rodrigo
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARISSA, Giuliano Rodrigo; LANCHITE, Vera Lucia. PK-PD e invensão quiral do fenoprofeno: estudos experimentais e estudo clínicos com pacientes portadores de lupus eritematoso sistêmico. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Barissa, G. R., & Lanchite, V. L. (2006). PK-PD e invensão quiral do fenoprofeno: estudos experimentais e estudo clínicos com pacientes portadores de lupus eritematoso sistêmico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barissa GR, Lanchite VL. PK-PD e invensão quiral do fenoprofeno: estudos experimentais e estudo clínicos com pacientes portadores de lupus eritematoso sistêmico. 2006 ;
    • Vancouver

      Barissa GR, Lanchite VL. PK-PD e invensão quiral do fenoprofeno: estudos experimentais e estudo clínicos com pacientes portadores de lupus eritematoso sistêmico. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: