Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Influência do primeiro nível trófico sobre o predador Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: (Coccinellidae) criado com planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae) (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRAVENA, ADRIANA ROSSINI - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: FITOSSANIDADE; ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA
  • Language: Português
  • Abstract: O efeito de diferentes substratos vegetais, abóbora (Curcubita moschata Duchesne), limão cravo (Citrus limonia Osbeck) e batata (Solanum tuberosum L.), utilizados para multiplicação da presa Planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae), foi avaliado para criação do predador coccinelídeo Gryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: Coccinellidae) analisando-se os seguintes parâmetros: 1) resposta funcional; 2) capacidade de oviposição e viabilidade dos ovos; 3) comportamento e tempo de busca. A resposta funcional de larvas (3º e 4º ínstares) e adultos, oviposição e viabilidade dos ovos foram medidas utilizando-se placas de Petri com 15 cm de diâmetro, com 1, 2, 4, 8, 16 e 24 adultos de P. Citri Esses estudos foram conduzidos em laboratório, em duas temperaturas, 25ºC e 30ºC, e fotofase de 12 horas. O comportamento e o tempo de busca foram avaliados para larvas de quarto ínstar e adultos (macho e fêmea), que foram isoladas em arena, com densidades diferentes de P. Citri, em condições de laboratório, a 25ºC. Tanto para as larvas, quanto para os adultos, a quantidade escotilhas consumidas aumentou com o incremento da densidade da presa até atingir um platô, caracterizando-se como uma resposta funcional do Tipo II. O número de escotilhas prendadas pelas larvas e adultos de G. montrouzieri foi maior quando o predador se desenvolveu em talos de batata e na temperatura de 30ºC. Verificou-se também que as fêmeas adultas criadas em batata sobreviveram pormais tempo e colocaram um número maior de ovos, que originaram um número maior de larvas eclodidas. As larvas apresentaram maior tempo de busca e entre os adultos (fêmeas e machos) não houve diferença, sendo o menor tempo de busca verificado para os insetos criados em batata, seguido por aqueles criados sobre citros e abóbora
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800021153Gravena, Adriana Rossini
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRAVENA, Adriana Rossini; BORTOLI, Sergio Antonio de. Influência do primeiro nível trófico sobre o predador Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: (Coccinellidae) criado com planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae). 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Gravena, A. R., & Bortoli, S. A. de. (2006). Influência do primeiro nível trófico sobre o predador Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: (Coccinellidae) criado com planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gravena AR, Bortoli SA de. Influência do primeiro nível trófico sobre o predador Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: (Coccinellidae) criado com planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae). 2006 ;
    • Vancouver

      Gravena AR, Bortoli SA de. Influência do primeiro nível trófico sobre o predador Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: (Coccinellidae) criado com planococcus citri (Risso) (Hemiptera: Pseudococcidae). 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: