Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Políticas da psicologia de São Paulo: as entidades de classe durante o período do regime militar à redemocratização do país (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HUR, DOMENICO UHNG - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: HISTÓRIA DA PSICOLOGIA; PSICANÁLISE DE GRUPO; PSICOLOGIA POLÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Em 1962 a Psicologia foi regulamentada corno profissão pela. Lei 4119, porém só em 1971 deferiu-se a Lei 5766 que criou os Conselhos Regionais e Federal de Psicologia (sendo que os regionais só foram instalados em 1974). Em 20/08/1973 o Ministro do Trabalho deu a carta sindical à Associação Profissional dos Psicólogos de São Paulo para transformar-se em Sindicato dos Psicólogos. Portanto, compreendemos que há longa história subjacente à constituição da Psicologia como profissão regulamentada no país, porém na pesquisa bibliográfica realizada, encontramos pouco registro que se refere à construção da Psicologia a partir de suas entidades. Dessa forma, visamos fazer uma reflexão sobre as práticas das entidades de classe da Psicologia de São Paulo durante o período da ditadura militar à redemocratização do país (1969-1986) por meio de pesquisa documental e depoimentos de ex-participantes. Constatamos diferenças nas práticas das entidades no período da ditadura militar (anos 60/70) e o da abertura política (a partir de 1979), quando grupos da "esquerda" assumiram as entidades. Notamos que as práticas eram reflexos da conjuntura política do país mediada pela concepção da função social da Psicologia onde, nos anos 70, as entidades defendiam a Psicologia como fim, enquanto profissão e, a partir dos anos 80, com a redemocratização do país, começou a se problematizar a função política da Psicologia na sociedade brasileira. Observamos que a entrada da "esquerda" nas entidadesacompanhou o mesmo movimento de transição das sociedades disciplinares para as sociedades de controle
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.12.2005
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300015944T BF86 H959p e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HUR, Domenico Uhng; FERNANDES, Maria Inês Assumpção. Políticas da psicologia de São Paulo: as entidades de classe durante o período do regime militar à redemocratização do país. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-11072006-224031/ >.
    • APA

      Hur, D. U., & Fernandes, M. I. A. (2005). Políticas da psicologia de São Paulo: as entidades de classe durante o período do regime militar à redemocratização do país. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-11072006-224031/
    • NLM

      Hur DU, Fernandes MIA. Políticas da psicologia de São Paulo: as entidades de classe durante o período do regime militar à redemocratização do país [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-11072006-224031/
    • Vancouver

      Hur DU, Fernandes MIA. Políticas da psicologia de São Paulo: as entidades de classe durante o período do regime militar à redemocratização do país [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-11072006-224031/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: