Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Articulação da atividade investigativa com a prática profissional: processo e produto de enfermeiras assistenciais apoiadas por um Núcleo de Pesquisa (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GUARIENTE, MARIA HELENA DANTAS DE MENEZES - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: CULTURA ORGANIZACIONAL; ETNOGRAFIA; ENFERMAGEM (PESQUISA)
  • Language: Português
  • Abstract: A pesquisa em Enfermagem é uma atividade que tem possibilitado avanços na prática assistencial. No Brasil iniciou-se com os programas de pós-graduação, sendo as enfermeiras professoras as detentoras desta prática. As enfermeiras assistenciais têm procurado, ao longo dos anos, superar barreiras de ordem particular e institucional na sua realização. Instituições de ensino e empregadoras de serviços de saúde buscam promover o desenvolvimento profissional das enfermeiras implementando estratégias que incentivem a atividade investigativa no contexto profissional. Seguindo essa tendência a Diretoria de Enfermagem do Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná criou em 1999 o Núcleo de Pesquisa em Enfermagem (NUPE), para apoiar as enfermeiras na realização de pesquisas. Tem-se, neste estudo, o objetivo de interpretar os sentidos atribuídos pelas enfermeiras assistenciais na participação em um serviço de incentivo à pesquisa e integrá-los em significados socialmente construídos, por meio da análise interpretativa. O quadro teórico- metodológico foi delineado com base em conceitos e princípios educacionais e na cultura organizacional, visando-se interpretar como as enfermeiras constroem a atividade da pesquisa no cotidiano profissional mediante serviço de apoio inserido na instituição hospitalar. Para isso, a etnografia, como método, e o estudo de caso, como estratégia, possibilitaram a aproximação necessária do contexto cultural das envolvidas. Os dadosforam coletados em entrevistas individuais e grupais, em depoimentos escritos direcionados por questões e em análise documental. O contexto histórico-estrutural do serviço foi descrito pelo olhar da diretora de enfermagem e secretária do NUPE, em exercício no período de 1999 a 2002. A produção científica nestes anos apresentou 129 projetos de pesquisa e 151 trabalhos científicos elaborados pelas enfermeiras. Destes, 36 foram publicados em periódicos e 6 ) premiados em eventos científicos. Os artigos, em grande parte, construídos coletivamente e publicados em diversos veículos de divulgação, relacionam-se ao Campo Temático Assistencial e Organizacional. Sobre o processo vivenciado, as enfermeiras aludiram sentidos da atividade investigativa na prática assistencial no que tange à valoração desta, ao papel de aprender por meio dela, além dos movimentos inerentes e ainda, do fato de ser uma tarefa árdua, que demanda empenho pessoal. Os significados, analisados sob o prisma do rito de passagem, evidenciaram os movimentos dos sujeitos e da instituição: no período pré-liminar, pela impregnação do fazer sem questionar; no período liminar, pela inserção das enfermeiras junto ao NUPE; e no período pós-liminar, com sinais de ruptura dos velhos paradigmas e abertura às novas perspectivas. Observou-se, no contexto cultural, o desenvolvimento de estratégias e ações pela mobilização dos atores e da instituição com o despertar para a atividade investigativa, o criar napostura de realizadoras de pesquisa, com repercussões intramuros e extramuros à instituição, percebidas no desenvolvimento pessoal-profissional e na valorização do trabalho desenvolvido. A pesquisa, apoiada pela organização e desejada pela enfermeira, consubstancia-se como estratégia científico- pedagógica na formação permanente de enfermeiras assistenciais e agrega repercussões positivas para a assistência prestada. No âmbito de serviços de saúde conceber a realização de pesquisa em favor da produção do conhecimento e desenvolvimento profissional requer uma mudança na cultura organizacional por meio de inovações, tempo e interesse dos envolvidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.01.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200010698T2916
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUARIENTE, Maria Helena Dantas de Menezes; ZAGO, Márcia Maria Fontão. Articulação da atividade investigativa com a prática profissional: processo e produto de enfermeiras assistenciais apoiadas por um Núcleo de Pesquisa. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-18012007-170147/ >.
    • APA

      Guariente, M. H. D. de M., & Zago, M. M. F. (2006). Articulação da atividade investigativa com a prática profissional: processo e produto de enfermeiras assistenciais apoiadas por um Núcleo de Pesquisa. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-18012007-170147/
    • NLM

      Guariente MHD de M, Zago MMF. Articulação da atividade investigativa com a prática profissional: processo e produto de enfermeiras assistenciais apoiadas por um Núcleo de Pesquisa [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-18012007-170147/
    • Vancouver

      Guariente MHD de M, Zago MMF. Articulação da atividade investigativa com a prática profissional: processo e produto de enfermeiras assistenciais apoiadas por um Núcleo de Pesquisa [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-18012007-170147/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: