Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Variabilidade genética do fungo Erythricium salmonicolor, agente causal da rubelose dos citros (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, FERNANDA LUIZA DE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: CONTROLE BIOLÓGICO; FUNGOS FITOPATOGÊNICOS; FRUTAS CÍTRICAS; MARCADOR MOLECULAR; MAL ROSADO; VARIAÇÃO GENÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: A rubelose é uma doença que atinge galhos e ramos, e é causada pelo fungo Erythricium salmonicolor, o qual infecta várias espécies vegetais, tais como citros, seringueira, e macieira. Esta doença vem chamando a atenção dos citricultores devido à redução de até 10% da produção de citros, a qual é preocupante para o Brasil, o maior produtor de laranja do mundo. Entretanto, a diversidade do fungo E. salmonicolor em cultivares brasileiras ainda não foi avaliada. Desta maneira, este trabalho teve como objetivos: i) avaliar a variabilidade genética, por meio de RAPD, de isolados do fungo E. salmonicolor provenientes de diferentes regiões citrícolas de São Paulo e Minas Gerais, ii) avaliar a compatibilidade vegetativa e fusão de hifas deste fungo e iii) selecionar bactérias endofíticas com potencial para o controle deste fungo fitopatogênico. Após a análise por RAPD, foram observados 6 grupos distintos (A, B, C, D, E, F), os quais não apresentaram correlação com o local de origem e espécie hospedeira. No teste de compatibilidade vegetativa houve encontro de hifas em todos os cruzamentos e 84% destes apresentaram fusão entre as hifas. Foi verificada compatibilidade entre linhagens, embora não tenha sido observada correlação com os haplótipos. No teste de antagonismo, 8 isolados bacterianos inibiram E. salmonicolor. Entretanto, foi observada diferença na interação entre as bactérias e diferentes isolados de E. salmonicolor, visto que bactérias diferentes inibiram os doisgenótipos do fungo, revelando a variabilidade genética entre estas linhagens que pertencem a diferentes haplótipos. Os resultados observados neste trabalho indicam a importância de futuros estudos sobre a fase sexual de E. salmonicolor, uma vez que a anastomose de hifas precede a formação de heterocário, responsável pelos processos de recombinações sexuais e parassexuais, que geram variabilidade genética em ) fungos filamentosos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.04.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500040425t634.3 S729v e.2 87204
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Fernanda Luiza de; KLEINER, Aline Aparecida Pizzirani. Variabilidade genética do fungo Erythricium salmonicolor, agente causal da rubelose dos citros. 2006.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-11052006-161407/ >.
    • APA

      Souza, F. L. de, & Kleiner, A. A. P. (2006). Variabilidade genética do fungo Erythricium salmonicolor, agente causal da rubelose dos citros. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-11052006-161407/
    • NLM

      Souza FL de, Kleiner AAP. Variabilidade genética do fungo Erythricium salmonicolor, agente causal da rubelose dos citros [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-11052006-161407/
    • Vancouver

      Souza FL de, Kleiner AAP. Variabilidade genética do fungo Erythricium salmonicolor, agente causal da rubelose dos citros [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-11052006-161407/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: