Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Os artífices da televisão: autonomia e heteronomia no campo da televisão (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: IDARGO, ALEXANDRE BERGAMO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FSL
  • Subjects: TELEVISÃO COMERCIAL; MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA; PRODUÇÃO DE TELEVISÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Os profissionais considerados pioneiros na história da televisão eram aqueles oriundos do rádio, do teatro de revista, do circo etc. Eles têm origens sociais diversas cuja única coincidência é o fato de não herdarem nenhum capital cultural que lhes permitisse disputar as posições de prestígio no mercado consagrado de bens culturais. Este trabalho visa a um esforço de compreensão das trajetórias desses profissionais no processo de consolidação da televisão como campo autônomo da produção artística e cultural. A autonomia da televisão não advém da qualidade artística e cultural dos seus produtos, mas da aferição dos índices de audiência, esta transformada em fator decisivo para a formação de capital simbólico para a televisão já na década de 60. Contudo, ao mesmo tempo em que o índice de audiência confere um caráter distintivo à televisão frente às demais manifestações artísticas e culturais, ele confere à televisão um caráter permanentemente heterônomo, de dependência de formas de consagração que lhe são externas. Os primeiros a conquistar uma certa autonomia nesse processo foram os profissionais de teledramaturgia, durante as décadas de 70 e 80. O processo de consolidação da televisão como campo autônomo confunde-se, com isso, em grande medida com o processo de afirmação e consolidação da teledramaturgia. A consolidação do telejornalismo só se dá num momento posterior à da teledramaturgia e com base em condições sociais e em mecanismos expressivosque ora lhe são semelhantes, ora convergentes. Nada disso se verifica entre os profissionais que apresentam programas de auditório e de variedades. A insegurança característica de sua posição, em função da dependência estrita aos índices de audiência, fez com que esses profissionais não conquistassem, ainda, uma autonomia para seu campo de trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH20900009049T IDARGO, ALEXANDRE B. 2005
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IDARGO, Alexandre Bergamo; MICELI, Sérgio. Os artífices da televisão: autonomia e heteronomia no campo da televisão. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Idargo, A. B., & Miceli, S. (2006). Os artífices da televisão: autonomia e heteronomia no campo da televisão. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Idargo AB, Miceli S. Os artífices da televisão: autonomia e heteronomia no campo da televisão. 2006 ;
    • Vancouver

      Idargo AB, Miceli S. Os artífices da televisão: autonomia e heteronomia no campo da televisão. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: