Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A ansiedade e o paciente cirúrgico: análise das variáveis intervenientes (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PENICHE, APARECIDA DE CASSIA GIANI - EE
  • USP Schools: EE
  • Subjects: ANSIEDADE; PACIENTES
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta pesquisa foi analisar a influência da ansiedade no procedimento anestésico-cirúrgico e suas implicações relacionadas ao período pós-operatório e às estratégias de enfrentamento em 4 protocolos de estudo: Protocolo 1: 40 pacientes ASA1 ou ASA 2 submetidos a cirurgia ambulatorial de pequeno porte, sob anestesia local, sem sedação. Protocolo 2: 40 pacientes cirúrgicos submetidos à intervenção anestésico cirúrgica de pequeno e médio porte, sem medicação pré-anestésica no momento da aplicação dos questionários. Protocolo 3: 127 pacientes com indicação de revascularização de miocárdio, sem uso de ansiolítico no momento de aplicação dos questionários, sem apresentar infecção prévia, não ter diagnóstico de doença psiquiátrica e neoplásicas e com índice de massa corpórea de 20 a 40%. Protocolo 4: 40 pacientes cirúrgicos ambulatoriais, submetidos à anestesia local sem sedação e a procedimentos de pequeno e médio porte. Os resultados mostraram que: Protocolo 1: ansiedade referida pelos pacientes no período pré e pós operatório é de média ansiedade e a relação entre as mesmas não é estatisticamente significante (z = 0,267), assim como não apresentaram manifestações clínicas evidenciadas pela mesma. Protocolo 2: a amostra composta em sua maioria por pacientes do sexo feminino com uma idade média de 46 anos, com baixo grau de escolaridade, com experiência cirúrgica anterior, sem intercorrências e apresentando baixo e médio estado de ansiedade. As estratégias deenfrentamento mais comumente utilizadas foram as de suporte social e a de resolução de problemas. Com relação à ansiedade e às estratégias de enfrentamento, obteve-se uma correlação negativa entre o estado de ansiedade e o suporte social e estado de ansiedade e resolução de problemas, isto é, quanto menor o estado de ansiedade mais os pacientes se utilizaram das estratégias de suporte social e da resolução de problemas. Protocolo 3: os pacientes ) submetidos à revascularização do miocárdio apresentaram em sua maioria (51,20%) um médio estado de ansiedade no período pré-operatório imediato; verificou-se a ocorrência de infecção do sítio cirúrgico em 11 pacientes (8,66%); não foi observada relação estatisticamente significante entre estado de ansiedade no período pré-operatório imediato do sítio cirúrgico nestes pacientes (p=0,120). Protocolo 4: a maioria dos pacientes cirúrgicos ambulatoriais no período pré-operatório apresentou baixo estado de ansiedade e com variação normal dos parâmetros clínicos, ou seja, compatíveis com o estado emocional apresentado. Os mecanismos de coping mais utilizados foram o de suporte social, seguido pelo de resolução de problemas e reavaliação positivo. Apesar de não existir uma correlação estatisticamente significante entre ansiedade e mecanismos de coping utilizados, encontra-se uma tendência na utilização do mecanismo de fuga e esquiva. Conclusão: a ansiedade do paciente cirúrgico retrata a complexidade do ser humano e isto sereflete na urgência do aprofundamento teórico relacionada ao enfermeiro de centro cirúrgico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200010777T2983
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PENICHE, Aparecida de Cássia Giani. A ansiedade e o paciente cirúrgico: análise das variáveis intervenientes. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/7/tde-18072007-143054/ >.
    • APA

      Peniche, A. de C. G. (2006). A ansiedade e o paciente cirúrgico: análise das variáveis intervenientes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/7/tde-18072007-143054/
    • NLM

      Peniche A de CG. A ansiedade e o paciente cirúrgico: análise das variáveis intervenientes [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/7/tde-18072007-143054/
    • Vancouver

      Peniche A de CG. A ansiedade e o paciente cirúrgico: análise das variáveis intervenientes [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/livredocencia/7/tde-18072007-143054/