Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Biodistribuição das microesferas de PLGA (co-polímero derivado dos ácidos lático e glicólico) carreando o plasmídeo pcDNA3-Hsp65, e determinação do tráfego intracelular dessa formulação e do plasmídeo: influência na indução da respota imune (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TROMBONE, ANA PAULA FAVARO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: IMUNOLOGIA CELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Os dados apresentados neste trabalho demonstraram que as microesferas, utilizadas como veículo para imunização com DNA-Hsp65/DMT, foram amplamente distribuídas pelo organismo após a administração intramuscular. Essas partículas, em geral, foram capturadas por células apresentadoras de antígenos, como macrófagos e células dendríticas através de fagocitose. Além disso, os resultados demonstraram que as células dos linfonodos drenantes provenientes de animais que receberam a formulação contendo DNA-Hsp65/DMT apresentaram aumento significativo na expressão de moléculas superficiais CD80, CD86 e MHC de classe II, quando comparadas com as formulações controle (vetor/DMT e vazia). Em relação ao tráfego intracelular, as microesferas permaneceram nos endossomos tardios e/ou lisossomos por até 15 dias, sugerindo que essas construções foram hidrolisadas nessas vesículas para liberação do DNA, não ocorrendo assim escape da formulação para o compartimento citoplasmático. Por outro lado, os resultados apresentados sobre o tráfego intracelular do DNA plasmideal demonstraram que o DNA (DNA-Hsp65) foi capturado por células dendríticas e macrófagos da linhagem J774 pelos processos de macropinocitose e endocitose mediada por clatrina, respectivamente. Após a captura, o DNA plasmideal localizou-se nos endossomos tardios e/ou lisossomos sendo capaz de inibir a acidificação das mesmas, provavelmente como mecanismo de escape da degradação enzimática. Além disso, não houveco-localizaçao do DNA com Rab5 e Lamp I, sugerindo que a inibição da acidificação pode ter interferido com o recrutamento desses marcadores. Adicionalmente, a alteração da acidificação dessas vesículas inibiu a apresentação do antígeno KLH pela via de classe II, quando as células foram previamente tratadas com DNA plasmideal, porém, não alterou o recrutamento de MyD88 para as vesículas. A cinética do tráfego intracelular do DNA nu sugere que o DNA plasmideal ) permaneça em vesículas até. alcançar a região perinuclear. Assim sendo, os resultados apresentados neste trabalho sobre a biodistribuição e tráfego intracelular das microesferas, e, principalmente, do DNA plasmideal, trazem novas contribuições para os esclarecimentos dos mecanismos de ativação celular em vacinas de DNA. Além disso, abrem perspectivas para o uso de DNA no controle de células do sistema imune e terapia gênica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200031707Trombone, Ana Paula Fvaro
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TROMBONE, Ana Paula Fávaro; COELHO-CASTELO, Arlete Aparecida Martin. Biodistribuição das microesferas de PLGA (co-polímero derivado dos ácidos lático e glicólico) carreando o plasmídeo pcDNA3-Hsp65, e determinação do tráfego intracelular dessa formulação e do plasmídeo: influência na indução da respota imune. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Trombone, A. P. F., & Coelho-Castelo, A. A. M. (2006). Biodistribuição das microesferas de PLGA (co-polímero derivado dos ácidos lático e glicólico) carreando o plasmídeo pcDNA3-Hsp65, e determinação do tráfego intracelular dessa formulação e do plasmídeo: influência na indução da respota imune. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Trombone APF, Coelho-Castelo AAM. Biodistribuição das microesferas de PLGA (co-polímero derivado dos ácidos lático e glicólico) carreando o plasmídeo pcDNA3-Hsp65, e determinação do tráfego intracelular dessa formulação e do plasmídeo: influência na indução da respota imune. 2006 ;
    • Vancouver

      Trombone APF, Coelho-Castelo AAM. Biodistribuição das microesferas de PLGA (co-polímero derivado dos ácidos lático e glicólico) carreando o plasmídeo pcDNA3-Hsp65, e determinação do tráfego intracelular dessa formulação e do plasmídeo: influência na indução da respota imune. 2006 ;