Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da atividade antiinflamatória, analgésica, anti-edematogênica e antipirética do extrato de Lafoensia pacari e do ácido elágico (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROGERIO, ALEXANDRE DE PAULA - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: FÁRMACOS; MEDICAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Lafoensia pacari é usado na medicina popular para tratar úlceras gástricas e inflamações. Em estudos anteriores, nós demonstramos a atividade antiinflamatória do extrato etanólico de Lafoensia pacari na infecção com Toxocara canis (um modelo de inflamação eosinofílica sistêmica). O ensaio biomonitorado do extrato etanólico de L. pacari no modelo da inflamação eosinofílica aguda, induzida pela injeção intraperitoneal da fração F1 ('beta'-glucana presente nas células das paredes do Histoplasma capsulatum) , conduziu-nos a identificar o ácido elágico como composto ativo que reduz o recrutamento de leucócitos (neutrófilos e eosinófilos) para a cavidade peritoneal. Além de reduzir o recrutamento celular, o ácido elágico e o extrato de L. pacari demonstraram significantes atividades anti-edematogênica e analgésica. Embora o extrato de L. pacari tenha demonstrado atividade antipirética, o ácido elágico não apresentou esta atividade, sugerindo que a casca da planta contém outros compostos com atividades antipiréticas. A Asma é um processo inflamatório caracterizado por eosinofilia e hiperreatividade aérea (HRA). Células T auxiliaries (Th), especificamente do fenótipo Th2, participam na patogênese por liberar citocinas que induzem infiltração de eosinófilos e outras células inflamatórias para o pulmão assim como a HRA. Neste estudo, nós também determinamos a atividade antiinflamatória do extrato de L. pacari (200 mg/kg) e ácido elágico (0,1, 1 e 10 mg/kg) naatenuação da inflamação aérea na asma murina. O extrato de L. pacari e ácido elágico (1 e 10 mg/kg) reduziram a recrutamento de neutrófilos e eosinófilos e a concentração de uma ou mais citocinas Th2 (IL-4, IL-5 and IL-13) no lavado broncoalveolar, mas não inibiram a síntese de cisteinil-leucotrienos (analisado somente no tratamento terapêutico do dia 18 ao 22) no homogeneizado do pulmão. Além disto, L. pacari (200 mg/kg) e ácido elágico (10 mg/kg) falharam em ) prevenir a HRA induzida pela ovalbumina no tratamento terapêutico de 18 a 22 dias. Nossos resultados demonstram um potente efeito terapêutico de L. pacari e ácido elágico estabelecendo novas perspectivas para o desenvolvimento de drogas para tratar dor, edema e inflamação, principalmente inflamações eosinofílicas como na asma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCFRP10600007556Rogerio, Alexandre de Paula
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROGÉRIO, Alexandre de Paula; FACCIOLI, Lúcia Helena. Estudo da atividade antiinflamatória, analgésica, anti-edematogênica e antipirética do extrato de Lafoensia pacari e do ácido elágico. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Rogério, A. de P., & Faccioli, L. H. (2006). Estudo da atividade antiinflamatória, analgésica, anti-edematogênica e antipirética do extrato de Lafoensia pacari e do ácido elágico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rogério A de P, Faccioli LH. Estudo da atividade antiinflamatória, analgésica, anti-edematogênica e antipirética do extrato de Lafoensia pacari e do ácido elágico. 2006 ;
    • Vancouver

      Rogério A de P, Faccioli LH. Estudo da atividade antiinflamatória, analgésica, anti-edematogênica e antipirética do extrato de Lafoensia pacari e do ácido elágico. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: