Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Cinética plasmática de uma microemulsão rica em colesterol (LDE) em pacientes com linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin e estudo preliminar da toxicidade do etoposide associado à LDE (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VASCONCELLOS, KETLIN VASCONCELOS PINHEIRO DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: LINFOMA (TERAPIA); EMULSÕES GORDUROSAS ENDOVENOSAS
  • Language: Português
  • Abstract: Diminuição dos níveis da lipoproteína de baixa densidade (LDL) no plasma e da sua remoção plasmática é associada com neoplasias que apresentam aumento da expressão de receptores de LDL e pode permitir o uso da LDL ou de microemulsões ricas em colesterol (LDE) como veículos direcionadores de drogas contra células neoplásicas, uma modalidade de terapia-alvo. O objetivo do estudo foi determinar se baixas concentrações de LDL no plasma associadas ao aumento da remoção plasmática da LDE ocorre nos linfomas. LDE marcada com [3H]-colesteril oleato foi injetada em 4 pacientes com linfoma de Hodgkin, em 12 com linfoma não-Hodgkin e em 16 indivíduos saudáveis para controle. A taxa fracional de remoção da LDE (TFR) foi determinada através da avaliação de amostras de plasma seqüenciais. Dois voluntários com linfoma recidivado foram tratados com seis ciclos de etoposide associado à LDE, na dose de 300 mg/m2 de superfície corpórea, a cada 3 semanas. A concentração plasmática da LDL foi menor nos pacientes com linfoma que nos controles (94 13 e 115 4 mg/dl, p=0.0362, respectivamente). A TFR LDE foi 70% maior nos pacientes com linfoma que nos controles (TFR= 0,0744 e FCR=0,0432h-1; p=0.0016), com correlação negativa entre TFR e LDL plasmática. LDE-etoposide não mostrou toxicidade considerável em todos os ciclos nos dois pacientes tratados e a doença permaneceu estável durante o tratamento. Os resultados sugerem que ocorre aumento de expressão de receptores de LDL em linfoma, oque fornece a base para o uso da LDE como transportadora de drogas nessa doença e que a preparação LDE-etoposide é segura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.08.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700087938-SFM W4.DB8 SP.USP FM-2 V447c 2006
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VASCONCELLOS, Ketlin Vasconcelos Pinheiro de; MARANHÃO, Raul Cavalcante. Cinética plasmática de uma microemulsão rica em colesterol (LDE) em pacientes com linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin e estudo preliminar da toxicidade do etoposide associado à LDE. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Vasconcellos, K. V. P. de, & Maranhão, R. C. (2006). Cinética plasmática de uma microemulsão rica em colesterol (LDE) em pacientes com linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin e estudo preliminar da toxicidade do etoposide associado à LDE. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Vasconcellos KVP de, Maranhão RC. Cinética plasmática de uma microemulsão rica em colesterol (LDE) em pacientes com linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin e estudo preliminar da toxicidade do etoposide associado à LDE. 2006 ;
    • Vancouver

      Vasconcellos KVP de, Maranhão RC. Cinética plasmática de uma microemulsão rica em colesterol (LDE) em pacientes com linfoma de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin e estudo preliminar da toxicidade do etoposide associado à LDE. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: