Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Insetos visitantes florais em áreas de cerradão e cerrado sensu stricto no Estado de São Paulo (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: D'AVILA, MÁRCIA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: CERRADO; FAUNA; INSETOS; INTERAÇÃO PLANTA-INSETO; POLINIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de conhecer a composição dos insetos e das plantas visitadas nas áreas de cerradão e cerrado senso strictu, da Estação Experimental de Itirapina, SP, foram realizadas amostragens sistemáticas dos insetos nas plantas, no período de março de 2003 a fevereiro de 2004. Do total de insetos coletados nas flores, 63,3% e 63,8% são da ordem Hymenoptera, 17,1% e 2,5% da ordem Lepidoptera, 16% e 19,5% da ordem Coleoptera e 3,6% e 12,8% da ordem Diptera, respectivamente, para as áreas de cerradão e cerrado senso strictu, e 1,4% para Hemiptera-Heteroptera no cerrado senso strictu. A maioria dos insetos coletados, visitando e/ou forrageando, nas duas áreas, foi no período da manhã, exceto os dípteros que preferiram o período da tarde. Na área de cerradão as espécies dominantes de Hymenoptera foram: Apis mellifera, Exomalopsis (Exomalopsis) sp. e Trigona spinipes; de Lepidoptera foram: Aeria olena e Ithomia agnosia; de Coleoptera foram: Nycterodina sp. e Spintherophyta sp.. Já na área de cerrado senso strictu os hymenópteros dominantes foram: Apis mellifera, Exomalopsis cf. analis, Tetrapedia rugulosa, Trigona spinipes e Pepsis sp.; para Coleoptera foram: Spintherophyta sp., Compsus sp. e Epitragus similis; para Diptera foram: Eristalis sp. e Ornidia obesa. A família Apidae foi a mais rica em espécies e abundância, nas duas áreas de cerrado, seguindo o padrão geral encontrado em outras áreas neotropicais até o momento estudadas, apresentando muitas espécies compoucos indivíduos e poucas espécies com muitos indivíduos ) Quanto a composição da flora, em ordem decrescente, as famílias Asteraceae, Melastomataceae, Apocynaceae, Malpighiaceae e Rubiaceae foram as mais representativas na área de cerradão. Na área de cerrado senso strictu as famílias com maior número de espécies foram Fabaceae, Malpighiaceae, Asteraceae, Bignoniaceae e Myrtaceae. As espécies vegetais com maior percentual de insetos visitantes na área de cerradão foram Diplosodon virgatus (Lythraceae), Daphnopsis racemosa (Thymelaeaceae) e Borreria verticillata (Rubiaceae), e no cerrado senso strictu foram Ocotea pulchella (Lauraceae) e Miconia rubiginosa (Melastomataceae). A família Apidae foi a que visitou maior número de espécies botânicas, seguida por Nymphalidae, Chrysomelidae, Halictidae e Vespidae, na área de cerradão. No cerrado senso strictu foram Apidae, Syrphidae, Chrysomelidae, Curculionidae, Halictidae, Vespidae e Pompilidae. Dos insetos dominantes, Apis mellifera foi a que visitou o maior número de espécies de plantas, seguida de Exomalopsis (Exomalopsis) sp., Aeria olena e Trigona spinipes, no cerradão; e no cerrado senso strictu foram Apis mellifera, Trigona spinipes, Exomalopsis cf. analis e Tetrapedia rugulosa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500040237t595.7 D259i e.2 87194
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      D'AVILA, Márcia; MARCHINI, Luís Carlos. Insetos visitantes florais em áreas de cerradão e cerrado sensu stricto no Estado de São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-24012007-155752/ >.
    • APA

      D'Avila, M., & Marchini, L. C. (2006). Insetos visitantes florais em áreas de cerradão e cerrado sensu stricto no Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-24012007-155752/
    • NLM

      D'Avila M, Marchini LC. Insetos visitantes florais em áreas de cerradão e cerrado sensu stricto no Estado de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-24012007-155752/
    • Vancouver

      D'Avila M, Marchini LC. Insetos visitantes florais em áreas de cerradão e cerrado sensu stricto no Estado de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-24012007-155752/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: