Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Reprocessamento de cateteres de angiografia cardiovascular após uso clínico e contaminados artificialmente: avaliação da eficácia da limpeza e da esterilização (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RIBEIRO, SILMA MARIA CUNHA PINHEIRO - EE
  • USP Schools: EE
  • Subjects: CATETERISMO CARDÍACO; ANGIOGRAFIA; MICROBIOLOGIA APLICADA; INFECÇÃO HOSPITALAR (CONTROLE)
  • Language: Português
  • Abstract: A prática assistencial na área da saúde implica situações de risco, os quais podem ser maximizados, minimizados ou projetados no julgamento à luz da fundamentação científica. O reprocessamento de materiais de uso único é uma prática que, a cada dia, tem exigido esforços dos profissionais de saúde no sentido de buscar e produzir evidências que auxiliem no processo de tomada de decisão em relação à não-realização ou sob que condições podem ser executadas. O objetivo geral deste estudo foi avaliar a aplicação de diferentes processos de limpeza e a esterilização em óxido de etileno a 100% nos cateteres de angiografia cardiovascular com vista à determinação da capacidade de redução da carga microbiana e do resíduo orgânico neles antes e após a utilização pelo paciente, assim como em situações de simulação com testes desafio. Trata-se de pesquisa experimental, aplicada, comparativa e controlada realizado no Research Centre do Saint Boniface General Hospital filiado à University of Manitoba, localizada em Winnipeg no Canadá. Os cateteres foram utilizados uma única vez por pacientes submetidos a angiografia coronariana e à análise de resíduos orgânicos (hemoglobina, carboidrato, proteína e endotoxina) por meio de testes bioquímicos diretos e indiretos utilizando a técnica de espectrofotometria. A carga microbiana foi avaliada por meio da realização de cultura microbiológica por método indireto. Esses experimentos foram realizados em quatro etapas, sendo a primeiraimediatamente após o uso dos cateteres para determinação da sujidade basal; a segunda, após o uso pelo paciente e limpeza do cateter por diferentes métodos; a terceira, após o uso pelo paciente, de inoculação de sujidade artificial e limpeza por diferentes métodos e a quarta, após o uso pelo paciente, teste desafio, limpeza e esterilização simulando-se cinco reusos. Foram utilizadas técnicas de estatística descritiva e analítica por meio de testes ) estatísticos paramétricos (análise de variância) e, quando necessário, testes não paramétricos (Kruskall-Wallis). Em todas as análises estatísticas, foram considerados testes bilaterais com um nível de significância estatística de 5% ou 0,05 e o intervalo de confiança estabelecido foi de 95%. O resultado positivo em qualquer um dos testes de detecção de resíduo orgânico e microbiológico foi indicativo de ineficácia do método de limpeza testado. As unidades amostrais foram submetidas aos seguintes métodos de limpeza: limpeza manual com detergente enzimático com enxágüe em água de torneira ou água tratada com osmose reversa e esterilizada; limpeza manual com detergente contendo peróxido de hidrogênio com enxágüe com água tratada com osmose reversa e esterilizada; limpeza automatizada com detergente enzimático sem enxágüe ou com enxágüe em água tratada com osmose reversa e esterilizada; limpeza sob pressão contínua com detergente contendo peróxido de hidrogênio com enxágüe em água de torneira ou água tratada comosmose reversa e esterilizada. Os resultados obtidos neste estudo apontam para a manutenção da carga microbiana antes e após a limpeza dos cateteres. Antes da execução de qualquer método de limpeza dos cateteres, a freqüência de culturas positivas foi de 8,2%, com uma carga microbiana média de 500UFC/unidade. Após a limpeza dos cateteres a freqüência de culturas positivas foi de 8,3% e a carga microbiana média foi de 250UFC/unidade. Os resíduos orgânicos basais detectados nos cateteres apresentavam-se nas seguintes concentrações: 146,3 µg/unidade de hemoglobina, 628,5 µg/unidade de proteína e 7,0 µg/unidade de carboidrato e 38,0 UE/unidade de endotoxina. ) Após a realização de cinco simulações, a concentração de hemoglobina indireta foi abaixo do limite de detecção do teste, proteína indireta =107,7 µg/unidade, carboidrato indireto= 340,1µg/unidade e endotoxina=5,4UE/unidade. A análise da concentração dos resíduos orgânicos de acordo com os métodos de limpeza demonstrou diferentes níveis de redução. Os métodos de limpeza que utilizaram o detergente contendo peróxido de hidrogênio apresentaram melhor desempenho em relação aos que utilizaram detergentes enzimáticos, sendo que o do método de limpeza sob pressão contínua foi superior aos demais métodos. Os resultados dos resíduos orgânicos dos cateteres que foram submetidos a cinco simulações de reuso mostraram-se inferiores aos valores médios absolutos de uma única simulação, com exceção da concentraçãomédia de carboidrato
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.05.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200010905T3015
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Silma Maria Cunha Pinheiro; GRAZIANO, Kazuko Uchikawa. Reprocessamento de cateteres de angiografia cardiovascular após uso clínico e contaminados artificialmente: avaliação da eficácia da limpeza e da esterilização. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02102006-161212/ >.
    • APA

      Ribeiro, S. M. C. P., & Graziano, K. U. (2006). Reprocessamento de cateteres de angiografia cardiovascular após uso clínico e contaminados artificialmente: avaliação da eficácia da limpeza e da esterilização. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02102006-161212/
    • NLM

      Ribeiro SMCP, Graziano KU. Reprocessamento de cateteres de angiografia cardiovascular após uso clínico e contaminados artificialmente: avaliação da eficácia da limpeza e da esterilização [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02102006-161212/
    • Vancouver

      Ribeiro SMCP, Graziano KU. Reprocessamento de cateteres de angiografia cardiovascular após uso clínico e contaminados artificialmente: avaliação da eficácia da limpeza e da esterilização [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02102006-161212/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: