Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise de ecoeficiência: avaliação do desempenho econômico-ambiental do biodiesel e petrodiesel (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIANNA, FERNANDA CRISTINA - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Subjects: CICLO DE VIDA (AVALIAÇÃO); ENERGIA DE BIOMASSA; COMBUSTÍVEIS ALTERNATIVOS; ÓLEOS VEGETAIS COMO COMBUSTÍVEIS
  • Language: Português
  • Abstract: O biodiesel é a mais provável alternativa ao petrodiesel. É constituído de uma mistura de ésteres metílicos ou etílicos de ácidos graxos, obtidos da reação de transesterificação entre qualquer triglicerídio e um álcool de cadeia curta, metanol ou etanol. Possui praticamente as mesmas propriedades do petrodiesel, mas comparado a este, pode eliminar as emissões de óxido de enxofre e reduzir as emissões de CO2. O Brasil vem sendo apontado como futuro líder na produção de biodiesel, devidos às suas excelentes condições de clima, solo, e imensa extensão territorial, que são propícias para a plantação de diversas oleaginosas. Com tantas especulações, o governo federal brasileiro criou o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), visando a implementação da produção e uso do biodiesel de forma sustentável. Para tanto, uma lei federal foi promulgada em 2005, estabelecendo a adição de 5% de biodiesel ao petrodiesel vendido ao consumidor final. Esta lei deve ser implementada em um período de 5 anos, nos quais as empresas produtoras devem começar usando um mínimo de 2% em um período de 3 anos. Este trabalho apresenta uma avaliação econômica-ambiental comparativa entre biodiesel (de óleo de palma e etanol) e petrodiesel para as condições brasileiras, usando a Análise de Ecoeficiência desenvolvida pela BASF. Esta análise pertence a uma classe de técnicas da gestão ambiental que visa avaliar o desempenho ambiental de produtos, processos e serviços, deforma integrada a uma avaliação econômica. Esta classe de técnicas é usada, principalmente, para a comparação de produtos similares e de processos que executem uma mesma função, visando à geração de subsídios para a tomada de decisão em diversos níveis. ) Esta metodologia considera um indicador ambiental baseado em um inventário de ciclo de vida associado a uma avaliação simplificada de riscos de acidentes à saúde humana, os quais são classificados de acordo com a severidade das conseqüências e probabilidade de ocorrência e; um indicador econômico, calculado a partir dos custos do ciclo de vida do produto. No que diz respeito à avaliação do biodiesel, para os dados relativos ao óleo de dendê (ou palma), utilizaram-se dados de campo, obtidos junto ao Grupo Agropalma, maior produtor nacional do óleo e, no que diz respeito ao etanol foram utilizadas fontes secundárias, ou seja, dados disponíveis em literatura. Outros dados e informações relacionados mais especificamente com a produção do biodiesel foram adquiridos de literatura e levantados junto a especialistas e responsáveis pela tecnologia de produção do mesmo. Com relação ao petrodiesel, os dados foram obtidos de base de dados internacionais e, posteriormente, adaptados à realidade brasileira, por meio de informações obtidas junto à Petrobras e à literatura especializada. As informações relacionadas ao petrodiesel foram levantadas para 26 litros de combustível e, as referentes ao biodiesel para 30 litros.Estas quantidades foram determinadas considerando-se o quanto de produto faz-se necessário para a geração de 1.000 MJ de energia em motores de combustão interna. Os dados foram coletados para as etapas de extração dos recursos e transformação dos mesmos, não sendo consideradas as etapas de distribuição, uso e disposição final. ) Como resultado, tem-se o biodiesel como opção mais ecoeficiente. O grande diferencial entre as duas alternativas é o desempenho ambiental do biodiesel, fato esse, justificado principalmente, pelo reduzido consumo de recursos materiais e a baixa toxicidade do produto, pois as matérias-primas necessárias para sua formação (o etanol e o óleo de dendê) têm caráter renovável e, durante a produção do petrodiesel existe o contato com muitos hidrocarbonetos voláteis, algo que não ocorre com o biodiesel. Este estudo fornece informações que podem auxiliar na tomada de decisões sobre a consolidação do uso do biodiesel no Brasil, além disso, contribui com inventários do ciclo de vida, que podem auxiliar no desenvolvimento de um banco de dados de ACV (Avaliação do Ciclo de vida) representativos da realidade brasileira
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.07.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPBC31200012887FD-4393
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIANNA, Fernanda Cristina; SILVA, Gil Anderi da. Análise de ecoeficiência: avaliação do desempenho econômico-ambiental do biodiesel e petrodiesel. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-27112006-180855/ >.
    • APA

      Vianna, F. C., & Silva, G. A. da. (2006). Análise de ecoeficiência: avaliação do desempenho econômico-ambiental do biodiesel e petrodiesel. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-27112006-180855/
    • NLM

      Vianna FC, Silva GA da. Análise de ecoeficiência: avaliação do desempenho econômico-ambiental do biodiesel e petrodiesel [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-27112006-180855/
    • Vancouver

      Vianna FC, Silva GA da. Análise de ecoeficiência: avaliação do desempenho econômico-ambiental do biodiesel e petrodiesel [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-27112006-180855/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: