Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da infiltração bacteriana in vitro através da interface implante/conector e comparação entre dois métodos de quantificação da cantaminação interna de implantes (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARBOSA, RODRIGO EDSON SANTOS - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: IMPLANTES DENTÁRIOS; MICROBIOLOGIA ORAL
  • Language: Português
  • Abstract: As interfaces entre implantes e componentes de próteses parafusadas implanto-suportadas apresentam pequenos espaços ou fendas, descritos na literatura internacional como "microgaps". Esses espaços possibilitam a penetração de fluidos orais e, com isso, a penetração de bactérias nas partes internas de implantes, contaminando também os tecidos peri-implantares. Este trabalho teve como objetivo avaliar a infiltração bacteriana na interface implante/componente protético e comparar, in vitro, os métodos do "Checkerboard DNA-DNA Hybridization" e o da análise microbiana em meios de cultura. Para isto, foram utilizados 20 implantes da marca SIN (Sistema de Implante, São Paulo), divididos em 2 grupos de 10 unidades, um analisado pela técnica de DNA checkerboard e, o outro, pelo método de cultura microbiana tradicional. Em condições assépticas, foram inoculados 3 µL de uma solução contendo Streptococcus sobrinus em Caldo de Sacarase Bacitracina (CaSa B) na rosca interna de cada implante, conectando-se o pilar protético com torque de 32 Ncm. O conjunto implante/conector protético foi colocado individualmente em tubos de ensaio contendo 5,0 mL de meio de cultura CaSa B, mantido em estufa bacteriológica durante 14 dias e observado a cada 24 horas quanto à ocorrência de turvação. Após o teste, os microrganismos foram recuperados e analisados pelos dois métodos. Para comparação inicial entre as técnicas, os 20 implantes utilizados no experimento, foram criteriosamente limpos,esterilizados, testados quanto a presença de DNA remanescente e divididos em 2 grupos de 10 unidades, um analisado pela técnica de DNA checkerboard e, o outro, pelo método de cultura microbiana tradicional. Seguindo o mesmo processo de assepsia do meio, foram inoculados 3 µL da solução contendo Streptococcus sobrinus na rosca interna de cada implante. Logo em seguida, os microrganismos foram recuperados e analisados pelos dois métodos. Ao final do período de 14 dias, observou-se a turvação do meio de cultura em 6 conjuntos implante/conectores. A freqüência de contaminação dos conjuntos foi de 0,3. Houve redução significante, tanto pelo método DNA Checkerboard como pelo método de cultura tradicional, em relação à contagem dos microrganismos provenientes do interior dos conjuntos implante/conectores após o período de imersão em meio de cultura CaSa B. Tanto no período inicial quanto após 14 dias, o método DNA-Checkerboard apresentou maiores contagens de S. sobrinus em relação ao grupo analisado pela técnica de cultura (p < 0,05). Auxílio FAPESP (n° processo: 03/04585-1)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700006639Barbosa, Rodrigo Edson Santos
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Rodrigo Edson Santos; ALBUQUERQUE JÚNIOR, Rubens Ferreira de. Avaliação da infiltração bacteriana in vitro através da interface implante/conector e comparação entre dois métodos de quantificação da cantaminação interna de implantes. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Barbosa, R. E. S., & Albuquerque Júnior, R. F. de. (2006). Avaliação da infiltração bacteriana in vitro através da interface implante/conector e comparação entre dois métodos de quantificação da cantaminação interna de implantes. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barbosa RES, Albuquerque Júnior RF de. Avaliação da infiltração bacteriana in vitro através da interface implante/conector e comparação entre dois métodos de quantificação da cantaminação interna de implantes. 2006 ;
    • Vancouver

      Barbosa RES, Albuquerque Júnior RF de. Avaliação da infiltração bacteriana in vitro através da interface implante/conector e comparação entre dois métodos de quantificação da cantaminação interna de implantes. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: