Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Interpretação e transferência como instituintes da clínica psicanalítica (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VEIGA, LUIZ GUSTAVO CALEIRO E WILD - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: INTERPRETAÇÃO PSICANALÍTICA; TRANSFERÊNCIA PSICOTERAPÊUTICA; ANÁLISE DO DISCURSO; PSICANÁLISE; CLÍNICA PSICANALÍTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo institucional da clínica psicanalítica, ou seja, partimos do pressuposto de que a clínica é uma instituição de características próprias. O trabalho foi estruturado com base no método de pesquisa proposto por Guirado, chamado análise institucional do discurso. Entrevistamos psicanalistas de duas instituições de formação em psicanálise, a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo e a Escola Brasileira de Psicanálise. As entrevistas versavam sobre a prática clínica, tomada principalmente por meio de dois temas: interpretação e transferência. Analisamos os discursos desses profissionais para configurar como os lugares são dispostos e atribuídos na clínica, que cenas são construídas, enfim, como se faz essa instituição. Os temas transferência e interpretação serviram de meio para o estabelecimento desses parâmetros. Assim como a psicanálise de Freud tomou diversos rumos posteriores em teorias de outros autores, como Klein e Lacan, a prática clínica, de certa forma, segue o mesmo caminho. Constatamos que psicanalistas que se pautam em diferentes vertentes teóricas, de acordo com as instituições a que se vinculam, produzem um trabalho clínico específico. Porém, também foi possível traçar, entre essas clínicas, aproximações impensadas em princípio. Isso ficou claro na semelhança encontrada na distribuição de lugares para os atores em cena nas diversas clínicas. Psicanalista e paciente têm papéis atribuídos e assumidos com características muitosemelhantes. Mesmo assim, podemos dizer que na instituição da clínica psicanalítica existem cenografias distintas. Tudo isso foi configurado pela análise de falas sobre os dois importantes termos do discurso psicanalítico: transferência e interpretação. Importantes não só pelo lugar que ocupam na teoria, mas também por serem instituintes da clínica psicanalítica concreta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.08.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300016497T RC504 V426i e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VEIGA, Luiz Gustavo Caleiro e Wild; GUIRADO, Marlene. Interpretação e transferência como instituintes da clínica psicanalítica. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Veiga, L. G. C. e W., & Guirado, M. (2006). Interpretação e transferência como instituintes da clínica psicanalítica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Veiga LGC e W, Guirado M. Interpretação e transferência como instituintes da clínica psicanalítica. 2006 ;
    • Vancouver

      Veiga LGC e W, Guirado M. Interpretação e transferência como instituintes da clínica psicanalítica. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: