Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Adesão, produção de exoenzimas, sensibilidade a toxinas Killer e a antifúngicos de cepas de Candida dubliniensis isoladas de pacientes HIV positivos (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, GISMARI MIRANDA DA - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: CANDIDA; HIV; DIAGNÓSTICO BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: Candida dubliniensis é uma espécie descrita como fenotipicamente semelhante a Candida albicans. Desde sua descrição, em 1995, em Dublin, Irlanda, por Sullivan et al, inúmeros relatos sobre esta levedura são encontrados com o objetivo de se conhecer a origem desta espécie, bem como distinguir as semelhanças e diferenças que existem entre elas. Alguns autores têm observado que esta levedura apresenta resistência a alguns antifúngicos, mais utilizados na prática médica, principalmente sob o ponto de vista imunológico, caso dos portadores de HIV. A gênese do processo de infecção se mostra pouco conhecida. A capacidade de adesão a superfície celular e a produção de exoenzimas são fatores determinantes para o desencadeamento da infecção. A susceptibilidade a toxinas Killer necessita ser estudada, pois permite determinar um significante número de tipos sensíveis de cepas de leveduras. Frente ao exposto, buscamos avaliar o comportamento desta espécie por meio da pesquisa de capacidade de adesão, produção de proteinase e fosfolipase, susceptibilidade a toxinas Killer e resistência a antifúngicos. O ensaio de adesão foi fortemente aderente para a amostra padrão ATCC 777, e aderente para os demais isolados. A atividade enzimática para produção de proteinase mostrou-se se fortemente positiva para a amostra padrão ATCC 777, amostra ATCC 778, CD 07 e CD 14 de C dubliniensis. Entre os isolados presuntivos de C dubliniensis 1 (038), positivo e nos demais 013, 058, 096 e 107, nãose observou atividade enzimática. Para a produção de fosfolipase não houve um comportamento distinto entre as amostras de C dubliniensis e os isolados presuntivos. Nenhuma amostra deixou de produzir esta enzima. Os testes de sensibilidade das amostras frente às cepas padrão produtoras de toxinas Killer mostraram dois biótipos diferentes. Os mais freqüentes foram 888 e 688 do total dos 9 isolados estudados. O ) isolado biótipo 688 (ATCC- 777) de C dubliniensis foi sensível a toxina K2. As demais amostras de C dubliniensis, bem como os isolados presuntivos apesar de serem provenientes de indivíduos HIV+ foram resistentes a K2 e à todas as demais toxinas. Em relação à pesquisa de resistência a antifúngicos, as amostras e isolados presuntivos de C. dubliniensis utilizando se o E-test, foram sensíveis a família dos azóis com valores de CIM de 0.002 1.0 mg/ml e para Anfotericina B os valores de CMI estavam entre 0.002- 0.032. As condições desse estudo permitimo-nos comentar que excetuando a amostra padrão ATCC 777 que teve comportamento distinto em relação às demais amostras, identificadas por genotipagem, como C. dubliniensis e isolados presuntivos, todas apresentaram um comportamento semelhante entre si. Estudos com um maior número de amostras de C. dubliniensis e utilizando-se esses testes ainda são necessários para elucidar se realmente existe um comportamento fenotípico diferencial dessa levedura em relação a C. albicans
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.05.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500017524CRFO466
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Gismari Miranda da; SILVEIRA, Fernando Ricardo Xavier da. Adesão, produção de exoenzimas, sensibilidade a toxinas Killer e a antifúngicos de cepas de Candida dubliniensis isoladas de pacientes HIV positivos. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052006-115446/ >.
    • APA

      Silva, G. M. da, & Silveira, F. R. X. da. (2006). Adesão, produção de exoenzimas, sensibilidade a toxinas Killer e a antifúngicos de cepas de Candida dubliniensis isoladas de pacientes HIV positivos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052006-115446/
    • NLM

      Silva GM da, Silveira FRX da. Adesão, produção de exoenzimas, sensibilidade a toxinas Killer e a antifúngicos de cepas de Candida dubliniensis isoladas de pacientes HIV positivos [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052006-115446/
    • Vancouver

      Silva GM da, Silveira FRX da. Adesão, produção de exoenzimas, sensibilidade a toxinas Killer e a antifúngicos de cepas de Candida dubliniensis isoladas de pacientes HIV positivos [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-22052006-115446/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: