Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ensaios mecânicos e estudo histológicos da interface dos implantes vertebrais (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VENDRAME, JOSÉ ROBERTO BENITES - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: COLUNA VERTEBRAL (CIRURGIA); BIOMECÂNICA; ORTOPEDIA; TRAUMATOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A cirurgia da coluna vertebral tem se desenvolvido muito nos últimos anos em decorrência da evolução dos sistemas de fixação. O comportamento da interface do parafuso com o osso continua sendo um aspecto não muito dominado. Como o parafuso é a âncora de sustentação, o trabalho procura investigar as técnicas de introdução do parafuso pedicular. Para atingir esse objetivo desenvolvemos o trabalho por meio de estudo com ensaios mecânicos de arrancamento e estudo histológico. Dois tipos de parafusos pediculares foram utilizados: parafuso pedicular do sistema USIS (Ulrich) e parafuso pedicular do sistema USS (Synthes). Os ensaios de arrancamento foram realizados em corpos de prova de madeira e poliuretano. O estudo histológico foi realizado em vértebras lombares. de cadáver humano. No estudo envolvendo o parafuso USIS, foram testados os seguintes parâmetros: orificios feitos com sonda e orificios feitos com broca, todos do mesmo diâmetro do diâmetro interno do parafuso. Também foi testado o efeito do macheamento em relação ao não macheamento, nos orificios feitos com broca. No estudo com os parafusos USS foram testados o efeito do diâmetro do orificio piloto tanto no estudo histológico como no arrancamento. No arrancamento destes parafusos também foi testado o efeito do tipo de orificio feito com sonda e com broca. O trabalho foi dividido em etapas: Primeira etapa foi o estudo de arrancamento do parafuso USIS; segunda etapa, estudo histológico de vértebra instrumentadacom parafuso USIS, esta parte do trabalho foi constituída por análise de microscopia de luz e microscopia eletrônica de varredura; terceira etapa foi o arrancamento do parafuso USS; e quarta etapa foi o estudo histológico de vértebra instrumentada com parafuso USS. Os resultados da primeira etapa demonstraram que sonda teve efeito melhor do que broca, porque o resultado dos ensaios de arrancamento nos orifícios feitos com sondas teve maior força de ) arrancamento do que nos orificios feitos por brocas. Na segunda etapa, análise histológica, verificou-se que os orificios feitos por sonda apresentaram-se menores e com menor índice de fragmentação ao redor dos orificios. Esses feitos tiveram diferença estatística significante, tanto na primeira, quanto na segunda etapa. Com relação ao macheamento não foi constatada diferença entre o não macheamento, em nenhuma das duas etapas. Na terceira etapa foi observado que, quando o orificio piloto ultrapassa o diâmetro interno do parafuso, ocorre tendência de queda na força de arrancamento de modo significativo, enquanto que orifício menor que o orifício piloto não tende a causar muita diferença na força de arrancamento em relação ao orifício correspondente ao diâmetro interno do parafuso. Também foi observado que o orifício feito com sonda oferece melhor força de ancoragem do que orifício feito com broca. Na quarta etapa foi constatado que quanto menor a broca para abrir o orifício piloto, menor o diâmetro doorifício, e não houve diferença significativa quanto ao índice de fragmentação ao redor do orifício entre os diferentes tamanhos de broca. Como conclusão pode-se dizer que sonda é melhor para se fazer o orifício piloto, uma vez que alarga menos o orifício, lesa menos as trabéculas ao redor do orifício e proporciona maior força de ancoragem do que broca. Também se pode concluir que o instrumental de menor diâmetro para abertura do orifício piloto é melhor, e o ponto crítico seria o diâmetro interno do parafuso. Não se deve fazer orifício piloto com instrumento de diâmetro maior que o diâmetro interno do parafuso. Não se constatou vantagem em relação ao fato de realizar ou deixar de realizar o macheamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200032244Vendrame, Jos Roberto Benites
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VENDRAME, José Roberto Benites; DEFINO, Helton Luiz Aparecido. Ensaios mecânicos e estudo histológicos da interface dos implantes vertebrais. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29062007-142851/ >.
    • APA

      Vendrame, J. R. B., & Defino, H. L. A. (2006). Ensaios mecânicos e estudo histológicos da interface dos implantes vertebrais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29062007-142851/
    • NLM

      Vendrame JRB, Defino HLA. Ensaios mecânicos e estudo histológicos da interface dos implantes vertebrais [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29062007-142851/
    • Vancouver

      Vendrame JRB, Defino HLA. Ensaios mecânicos e estudo histológicos da interface dos implantes vertebrais [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-29062007-142851/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: