Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos imunoterapêuticos da vacina DNA-HSP65NA tuberculose experimental murina determinadospor "Microarrays" (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BLADÉS, CARLOS RODRIGO ZÁRATE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: TUBERCULOSE; VACINAS (PESQUISA;DESENVOLVIMENTO); IMUNOLOGIA CELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: "Microarrays" constituem uma ferramenta poderosa para o estudo da expressão gênica de milhares de genes ao mesmo tempo. Assim, esta "visão de amplo espectro" poderia ser especialmente útil para ampliar os conhecimentos no estudo de agentes terapêuticos cujo mecanismo de ação não está bem determinado, como é o caso das vacinas de DNA. O nosso grupo de pesquisa demonstrou que a vacina gênica que codifica o gene da proteína de choque térmico de 65 kDa de Mycobacterium leprae (DNA-HSP65), apresenta propriedades profilática e terapêutica na tuberculose (TB) experimental murina. A fim de se entender melhor os mecanismos moleculares que explicariam as propriedades terapêuticas da vacina DNA-HSP65, no presente estudo foi investigado o perfil de expressão gênica de camundongos tratados com DNA-HSP65. "Microarrays" foram preparados "in-house" empregando 4.500 clones de cDNA. Foi comparada a expressão gênica de amostras de pulmão de camundongos saudáveis (controles) com amostras de camundongos infectados e posteriormente tratados com DNA-HSP65, ou infectados não tratados (grupos injetados com solução salina ou vetor). Os resultados dessas análises foram correlacionados com uma avaliação histopatológica e contagem das Unidades Formadoras de Colônias. Os perfis de expressão gênica das amostras dos diferentes grupos foram analisados por clusterização. A análise de "bootstrap" mostrou que o perfil de expressão gênica das amostras dos animais infectados e não tratados com avacina gênica (salina e vetor) são mais semelhantes entre si que o. perfil apresentado nas amostras dos animais tratados com DNA-HSP65 ou dos controles. Posteriormente, uma análise estatística dos "microarrays" através do programa SAM (p<0,05) apontou 444 genes e 480 ESTs (do inglês "Expressed Sequence Tags") diferencialmente expressos entre os grupos. Entre os genes de função conhecida, foram identificados vários cujas funções estão implicadas em diferentes processos como inflamação, remodelamento tecidual, apoptose, resposta da célula T e processamento antigênico. Dentre esses genes, alguns não haviam sido ainda correlacionados com resposta à TB ou à terapia com DNA. A confirmação da expressão desses genes foi realizada através de PCR em Tempo Real. Surpreendentemente, a comparação dos dados de expressão gênica com os IX resultados obtidos nos ensaios histopatológicos do pulmão revelou grande correlação. Os dados indicam que os animais que recebem o tratamento com DNA-HSP65 apresentam uma inibição da resposta de padrão Th2 o que possibilita a atuação da resposta Th1 necessária para o combate da infecção. Esta resposta em associação com vários outros fatores descritos no trabalho provoca a redução da inflamação, preservam a arquitetura pulmonar e diminuem o número de bacilos viáveis no pulmão, se comparados com os grupos que recebem salina ou vetor. Ressaltamos que este é o primeiro trabalho que mostra a utilidade do empregodos "microarrays" no estudo dos mecanismos que são ativados/desativados durante a imunoterapia com uma vacina de DNA aplicada num modelo de uma doença humana. Finalmente, sugerimos o termo "transcriptipo" como sinônimo de "assinatura de hibridação" ou "perfil do transcriptoma" para descrever resultados de experimentos de expressão gênica em larga escala
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.10.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200032861Blads, Carlos Rodrigo Zrate
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BLADÉS, Carlos Rodrigo Zárate; SILVA, Célio Lopes. Efeitos imunoterapêuticos da vacina DNA-HSP65NA tuberculose experimental murina determinadospor "Microarrays". 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Bladés, C. R. Z., & Silva, C. L. (2006). Efeitos imunoterapêuticos da vacina DNA-HSP65NA tuberculose experimental murina determinadospor "Microarrays". Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Bladés CRZ, Silva CL. Efeitos imunoterapêuticos da vacina DNA-HSP65NA tuberculose experimental murina determinadospor "Microarrays". 2006 ;
    • Vancouver

      Bladés CRZ, Silva CL. Efeitos imunoterapêuticos da vacina DNA-HSP65NA tuberculose experimental murina determinadospor "Microarrays". 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: