Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Síndrome metabólica e baixa estatura em adultos na população de Barueri, São Paulo (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, ELAINE CRISTINA DA - NUTHUMANA
  • USP Schools: NUTHUMANA
  • Subjects: DOENÇAS METABÓLICAS (PREVALÊNCIA;ESTUDO CLÍNICO); NUTRIÇÃO HUMANA (ESTUDO CLÍNICO)
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVO: No Brasil, a prevalência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), especialmente obesidade, tem aumentado dramaticamente, constituindo-se em grave problema de saúde pública. Paradoxalmente, no país ainda são observadas altas taxas de desnutrição crônica em crianças de baixa renda, o que tem sido, recentemente, apontada como fator de risco para desenvolvimento de DCNT na vida adulta. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de síndrome metabólica (SM) e sua relação com a baixa estatura, marcador de desnutrição pregressa na infância, em população adulta. MÉTODOS: Estudo transversal em população adulta, com idades entre 20 e 64 anos, residente em município da região metropolitana de São Paulo. A amostra foi composta por 287 indivíduos, sendo 214 (74,6´POR CENTO´) do sexo feminino e 75 (25,4´POR CENTO´) do sexo masculino. Foram obtidos dados antropométricos e clínico-bioquímicos através de exame fisico e coleta de material biológico, respectivamente. Os dados socioeconômico-demográficos e de hábitos de vida foram obtidos por meio de entrevista. Para classificação da síndrome metabólica utilizou-se o critério do Internationa! Diabetes Federation e para o ponto de corte da baixa estatura utilizou-se o padrão do National Center for Health Statistics (homens ´MENRO´165cm e mulheres ´MENOR´154cm). RESULTADOS: A prevalência padronizada por sexo e idade para a síndrome metabólica foi de 40,0´POR CENTO´ no sexo feminino e 10,0´POR CENTO´ no sexomasculino e a de baixa estatura 30,0´POR CENTO´ entre as mulheres e 23,0´POR CENTO´ entre os homens. Em análise univariada, a baixa estatura ) demonstrou associação com a SM em ambos os sexos (Odds Ratio´IGUAL´1,308; p´MENOR´O,OOI). Em análise multivariada, ajustada por sexo, idade, escolaridade, renda, tabagismo, etilismo, atividade fisica, antecedentes familiares e índice de massa corpórea, a baixa estatura mostrou-se associada a SM (Odds Ratio´IGUAL´I,299; IC95´POR CENTO´:1,288-1,310). CONCLUSÃO: No presente estudo foi demonstrada possível associação entre SM e baixa estatura em adultos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.08.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100012288T 614 S586s
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Elaine Cristina da; MARTINS, Ignez Salas. Síndrome metabólica e baixa estatura em adultos na população de Barueri, São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-29112006-153717/ >.
    • APA

      Silva, E. C. da, & Martins, I. S. (2006). Síndrome metabólica e baixa estatura em adultos na população de Barueri, São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-29112006-153717/
    • NLM

      Silva EC da, Martins IS. Síndrome metabólica e baixa estatura em adultos na população de Barueri, São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-29112006-153717/
    • Vancouver

      Silva EC da, Martins IS. Síndrome metabólica e baixa estatura em adultos na população de Barueri, São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/89/89131/tde-29112006-153717/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: