Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeito dos núcleos de condensação na formação de nuvens e o desenvolvimento da precipitação na região Amazônica durante a estação seca (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARTINS, JORGE ALBERTO - IAG
  • USP Schools: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: PRECIPITAÇÃO; MUDANÇA CLIMÁTICA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi estudar o papel dos aerossóis em modificar o desenvolvimento das nuvens e da precipitação. Esta tem sido uma das mais intrigantes questões no estudo das mudanças climáticas. Medidas da concentração de núcleos de condensação de nuvens (CCN) e distribuições de gotículas de nuven durante o experimento de grande escala da biosfera atmosfera na Amazônia (LBA) revelaram características distintas entre condições atmosféricas limpas e poluídas. As medidas foram conduzidas no sudoeste da região Amazônica durante os meses de setembro e outubro de 2002, focando a transição do final da estação seca para inicio da estação chuvosa. Durante a transição, a análise da concentração de CNN dentro da camada limite revelou um decréscimo geral, de valores acima de '1200cm.POT. -3' para menos de '300cm.POT-3'. A comparação entre áreas limpas e poluídas mostrou concentrações de CCN cerca de 5 vezez maiores em áreas poluídas. As diferenças não foram tão grandes nos níveis acima da camada limite. As medidas também mostraram um ciclo diurno acompanhando a atividade de queima de biomassa. Distribuições de tamanho de gotículas medidas em duas regiões com concentrações de aerossóis extremamente diferentes foram analisadas. Em condições poluídas pela queima de biomassa foi encontrada alta concentração de gotículas, com diâmetro médio e conteúdo de água de nuven aumentando muito pouco com a altura, em comparação com regiões limpas. A função gama foi usadapara ajustar as distribuições de gotículas e o parâmetro de forma da função foi usado como critério para definir adequadamente a melhor representação das distribuições de gotículas. De acordo com os valores encontrados, distribuições gama estreitas (parâmetro de forma em torno de 5) são mais bem indicadas para representar condições poluídas enquanto que aquelas mais largas se ajustam melhor em condições limpas (parâmetro de forma em torno de 2). ) Com base nestes resultados, experimentos numéricos foram conduzidos com o Brazilian Regional Atmospheric Modeling System (BRAMS) para investigar os efeitos da concentração de CCN e do parâmetro de forma das distribuições de gotículas no desenvolvimento da precipitação em nuvens convectivas tropicais. Os resultados mostraram uma grande sensibilidade devido às mudanças nestes parâmetros. Altas concentrações de CCN e distribuições de gotículas estreitas (parâmetros de forma maiores), típicas de dias poluídos, produziram baixos valores médios para água líquida integrada na coluna e precipitação acumulada na superfície. Por outro lado, tendência oposta a este efeito foi encontrada em condições limpas (baixos valores para ambos, a concentração de CCN e o parâmetro de forma). O parâmetro de forma se mostrou ser mais importante que a concentração de CCN. Os efeitos da concentração de CCN e do parâmetro de forma também influenciaram a distribuição espacial dos campos de nuvem e precipitação. Embora o valor médio destes campostenha diminuído em condições poluídas, o valor máximo aumentou. Como consequência da menor dispersão nas nuvens em condições poluídas, mais radiação solar esteve disponível na superfície. Isto é oposto aos resultados dos modelos globais que mostram redução na radiação solar como consequência do segundo efeito indireto dos aerossóis. Da mesma forma, este estudo encontrou que as diferenças são reduzidas quando é incluído o efeito direto dos aerossóis em absorver ou refletir a radiação solar. Sobretudo, os resultados sugerem que um maior número de modelos com tratamento explícito dos processos microfísicos de nuvens são necessários. Estes modelos permitem comparações, podendo mostrar o melhor tratamento numérico a ser usado na representação dos efeitos dos aerossóis no processo de precipitação como um todo. Estes resultados são importantes porque melhoram a compreensão de como o clima ) será afetado como consequência das mudanças futuras.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2006

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IAG30200023432CD-ROM 444
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTINS, Jorge Alberto; GONÇALVES, Fabio Luiz Teixeira. Efeito dos núcleos de condensação na formação de nuvens e o desenvolvimento da precipitação na região Amazônica durante a estação seca. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Martins, J. A., & Gonçalves, F. L. T. (2006). Efeito dos núcleos de condensação na formação de nuvens e o desenvolvimento da precipitação na região Amazônica durante a estação seca. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Martins JA, Gonçalves FLT. Efeito dos núcleos de condensação na formação de nuvens e o desenvolvimento da precipitação na região Amazônica durante a estação seca. 2006 ;
    • Vancouver

      Martins JA, Gonçalves FLT. Efeito dos núcleos de condensação na formação de nuvens e o desenvolvimento da precipitação na região Amazônica durante a estação seca. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: