Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Modulação de efeitos pleotrópicos da atorvastatina pelo polimorfismo T-786C das sintase endotelial do óxido nítrico em voluntários sadios (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, DÉBORA CRISTINE SOUZA DA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: POLIMORFISMO; ÓXIDO NÍTRICO; INTERAÇÃO DE DROGAS; FARMACOGENÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: As estatinas produzem efeitos independentes entre si que são chamados de efeitos pleiotrópicos. Além dos efeitos redutores do colesterol, as estatinas têm mostrado efeitos antiinflamatórios que podem resultar, pelo menos em parte, de um aumento da produção de óxido nítrico e podem ser modulados por polimorfismos no gene da óxido nítrico sintase endotelial (eNOS). Este trabalho avaliou se o polimorfismo 'T POT.-786'C do gene da eNOS afeta as concentrações de marcadores de aterosclerose e marcadores inflamatórios. Os marcadores avaliados foram CD40L solúvel, VCAM-1 solúvel, ICAM-1 solúvel, P-selectina solúvel, MCP-1, CRP ultra-sensível, MMP-2, MMP-9 e TIMP-1. Também foram avaliadas a agregação plaquetária, a peroxidação lipídica e a atividade de metaloproteinases no sobrenadante rico em plasma após ativação das plaquetas e as concentrações plasmáticas de fibrinogênio. Para verificar se os efeitos pleiotrópicos induzidos pela atorvastatina são modulados pelo polimorfismo 'T POT.-786'C do gene da eNOS foram selecionados 200 voluntários homens saudáveis, brancos, não tagistas, os quais foram genotipados para o polimorfismo 'T POT.-786'C do gene da eNOS através da análise de fragmentos de restrição. Indivíduos com os genótipos "TT" (N=15) ou "CC" (N=15) foram tratados com placebo por 14 dias, seguidos de 14 dias de tratamento com atorvastatina 10 mg/dia via oral. As concentrações de marcadores inflamatórios foram medidos por kits de ELlSA e por zimografia. Aperoxidação lipídica foi avaliada pelo ensaio de TBARS. A agregação plaquetária foi avaliada por agregação óptica. O colesterol total e o colesterol LDL foram significativamente reduzidos após tratamento com atorvastatina em ambos os grupos genotípicos (P < 0,05). Não foram observadas diferenças significativas nas concentrações de marcadores inflamatórios e plaquetários após placebo. Contudo, a atorvastatina reduziu significativamente as concentrações de CD40L solúvel, VCAM-1 solúvel, P-selectina solúvel e MMP-9 nos indivíduos "CC", mas não nos indivíduos "TT" (P < 0,05). Enquanto a atorvastatina reduziu as concentrações de CRP ultra-sensível em ambos os grupos genotípicos (P < 0,05), não foram encontrados efeitos significativos nas concentrações de ICAM-1 solúvel, MCP-1, pró-MMP-9, pró-MMP-2 e TIMP-1 plasmáticos, agregação plaquetária, MMPs no sobrenadante rico em plasma após ativação plaquetária e fibrinogênio. A peroxidação lipídica foi reduzida em ambos genótipos após o tratamento com atorvastatina (P<0,05), porém não houve diferenças entre os genótipos. Esses resultados sugerem que o polimorfismo 'T POT.-786'C não afeta as concentrações de marcadores inflamatórios e plaquetários. Contudo, a atorvastatina produziu efeitos antiinflamatórios diferenciados entre os genótipos "TT" e "CC" mostrando que este modula os efeitos antiinflamatórios da atorvastatina. Esses achados podem ser relevantes para a prevenção primária de eventoscardiovasculares em indivíduos com o genótipo "CC" que podem apresentar um maior risco de doenças cardiovasculares e poderiam ser beneficiados com o tratamento com estatinas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2007

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200033562Costa, Dbora Cristine S. da
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Débora Cristine Souza da; SANTOS, José Eduardo Tanus dos. Modulação de efeitos pleotrópicos da atorvastatina pelo polimorfismo T-786C das sintase endotelial do óxido nítrico em voluntários sadios. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Costa, D. C. S. da, & Santos, J. E. T. dos. (2007). Modulação de efeitos pleotrópicos da atorvastatina pelo polimorfismo T-786C das sintase endotelial do óxido nítrico em voluntários sadios. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Costa DCS da, Santos JET dos. Modulação de efeitos pleotrópicos da atorvastatina pelo polimorfismo T-786C das sintase endotelial do óxido nítrico em voluntários sadios. 2007 ;
    • Vancouver

      Costa DCS da, Santos JET dos. Modulação de efeitos pleotrópicos da atorvastatina pelo polimorfismo T-786C das sintase endotelial do óxido nítrico em voluntários sadios. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: