Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SONOKI, ROGÉRIO ISSAO - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODP
  • Subjects: INFILTRAÇÃO DENTÁRIA; COROAS DENTÁRIAS; CIMENTO DE FOSFATO DE ZINCO; PRÓTESE DENTÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo in vitro teve como objetivo determinar a infiltração marginal e resistência à remoção por tração de coroas totalmente metálicas, cimentadas com cimento de fosfato de zinco e que foram submetidas à abertura oclusal para tratamento endodôntico. Foram usados 20 dentes molares (Banco Permanente de Dentes Humanos da FOUSP). Os dentes foram fixados sobre uma base acrílica de secção circular e foram torneados configurando preparos para coroas totais com dimensões de altura e diâmetro padronizadas. Coroas metálicas em Ni Cr foram fundidas através da técnica de enceramento direto e cimentadas com cimento de fosfato de zinco com carga axial de 5 Kg por 10 minutos. Os corpos de prova foram divididos em: Grupos Controle GC1 e GC2, que utilizaram os mesmos corpos de prova, e Grupo Experimental (GE). Todos os corpos de prova foram mantidos em água destilada para que não se desidratassem. Os espécimes dos grupos GC1 e GC2 foram mantidos sem nenhuma intervenção e os do grupo GE foram perfurados com broca de carbide de tungstênio, simulando uma cirurgia de acesso endodôntico. As amostras dos grupos GC2 e GE foram submetidas à ciclagem térmica de 700 ciclos entre 5º e 55º C. Em seguida foram mantidos em uma solução de azul de metileno 0,5%, ph 7,2 por 4 horas a 37º C. Foram submetidos ao ensaio mecânico de tração das coroas em uma máquina universal de ensaios Kratos SV 100, regulada para trabalhar a uma velocidade de ensaio de 0,5 mm/minuto. Os resultados obtidos foramsubmetidos à análise estatística pelos testes t de Student e as infiltrações avaliadas pela correlação linear de Spearman. A análise inferencial dos resultados dos testes de tração demonstrou com um nível de significância p=0,108, entre os grupos GC1 e GC2, e p=0,502, entre os grupos GC2 e GE, não haver diferença estatisticamente significante. As médias dos valores obtidos nos testes de tração e os seus respectivos desvios padrão foram: GC1 13,96+/-4, 48, GC2 11,26+/-2,269 e GE 10,09+/-4,86 (valores em Kgf). A análise visual subjetiva da infiltração nos corpos de prova indicou que o grupo GE apresentou o maior grau de infiltração marginal com presença do corante atingindo o terço oclusal das paredes axiais (mediana dos scores 3). O grupo GC2 apresentou infiltração marginal no terço médio (mediana dos scores 2). O grupo GC1 apresentou infiltração marginal no terço cervical e médio (mediana dos scores 1)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.09.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500017836CRFO624
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SONOKI, Rogério Issao; CONTIN, Ivo. Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23137/tde-31102006-093725/ >.
    • APA

      Sonoki, R. I., & Contin, I. (2006). Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23137/tde-31102006-093725/
    • NLM

      Sonoki RI, Contin I. Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23137/tde-31102006-093725/
    • Vancouver

      Sonoki RI, Contin I. Avaliação da infiltração marginal e da resistência à tração de coroas metálicas após abertura oclusal para terapia endodôntica: estudo in vitro [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23137/tde-31102006-093725/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: