Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da disposição cinética do atenolol em pacientes coronarianos submetidos à revascularização do miocárdio: influência da circulação extracorpórea sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LEITE, FÁTIMA DA SILVA - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: DOENÇAS CARDIOVASCULARES (FARMACOCINÉTICA); FÁRMACOS (SISTEMA CARDIOVASCULAR) (FARMACOCINÉTICA); FARMACOCINÉTICA CLÍNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Pacientes submetidos à revascularização do miocárdio (RM), frequentemente utilizam beta-bloqueadores no pré-operatório para o controle da angina pectoris, e continuam o tratamento após a cirurgia, para a redução de mortalidade e complicações cardiovasculares perioperatórias. Entretanto, a circulação extracorpórea (CEC), empregada na maioria das cirurgias cardíacas, pode alterar as concentrações plasmáticas e a disposição cinética de muitos fármacos, e consequentemente seus efeitos terapêuticos. O atenolol é um beta-bloqueador altamente hidrossolúvel, de absorção incompleta e eliminação renal-dependente. O objetivo deste estudo foi o de investigar a influência da CEC sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca, além de comparar a sua farmacocinética no pré e pós-operatório de RM com CEC, em pacientes com angina instável grave. Investigou-se ainda, a variabilidade das concentrações plasmáticas do atenolol no período que antecede a cirurgia cardíaca. Na primeira etapa, avaliaram-se 19 pacientes coronarianos, em terapia crônica com atenolol PO, submetidos à cirurgia cardíaca com ou sem CEC. Na segunda parte, investigaram-se os períodos pré e pós-cirúrgico de 7 pacientes com angina instável, submetidos à RM com CEC e tratados com atenolol PO em regime de doses múltiplas. Todos os pacientes investigados apresentavam função renal dentro da normalidade ou leve disfunção renal, decorrente da idade e dainsuficiência coronariana. O monitoramento do atenolol plasmático no intra-operatório de RM e o estudo farmacocinético realizado antes e após a revascularização, exigiram coletas de amostras sangüíneas seriadas. A quantificação do atenolol em plasma foi realizada através da cromatografia líquida de alta eficiência com detector de fluorescência e consistiu num procedimento analítico rápido, simples e de baixo custo. ) Apenas 200 µL de plasma foram utilizados em cada análise cromatográfica. O estudo de validação demonstrou que o método desenvolvido apresenta alta linearidade, sensibilidade e seletividade adequadas, alta recuperação, boa precisão e exatidão, além de estabilidade e robustez. Conclui-se que a circulação extracorpórea altera as concentrações do atenolol no intra-operatório de RM, visto que o decaimento das concentrações plasmáticas mostrou-se mais pronunciado na ausência da CEC. Entretanto, apesar das maiores concentrações obtidas ao final da cirurgia com CEC, o atenolol mostra-se seguro, em virtude do baixo acúmulo do fármaco administrado em regime de doses múltiplas. Além disso, a disposição cinética do atenoIol permaneceu inalterada, quando os períodos pré e pós-operatórios foram comparados; entretanto, registrou-se uma tendência à normalização do volume de distribuição e da depuração plasmática do atenolol após a revascularização. Adicionalmente, a ausência de correlação entre meia-vida biológica e volume aparente de distribuição sugere que, tantono pré quanto no pós-operatório, as concentrações do atenolol dependem apenas da sua depuração plasmática. Finalmente, verificou-se que o atenolol apresenta baixa variabilidade inter-pacientes nos regimes posológicos empregados no tratamento da insuficiência coronariana
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.09.2006
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100012678T 615.7f L533a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Fátima da Silva; SANTOS, Silvia Regina Cavani Jorge. Avaliação da disposição cinética do atenolol em pacientes coronarianos submetidos à revascularização do miocárdio: influência da circulação extracorpórea sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-08022009-174706/ >.
    • APA

      Leite, F. da S., & Santos, S. R. C. J. (2006). Avaliação da disposição cinética do atenolol em pacientes coronarianos submetidos à revascularização do miocárdio: influência da circulação extracorpórea sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-08022009-174706/
    • NLM

      Leite F da S, Santos SRCJ. Avaliação da disposição cinética do atenolol em pacientes coronarianos submetidos à revascularização do miocárdio: influência da circulação extracorpórea sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-08022009-174706/
    • Vancouver

      Leite F da S, Santos SRCJ. Avaliação da disposição cinética do atenolol em pacientes coronarianos submetidos à revascularização do miocárdio: influência da circulação extracorpórea sobre as concentrações plasmáticas do atenolol no intra-operatório de cirurgia cardíaca [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-08022009-174706/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: