Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O paciente e o término da análise no discurso de psicanalistas: uma análise institucional de discurso (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIMA, MARCO AURELIO DE - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: ANÁLISE DO DISCURSO; TÉRMINO DA ANÁLISE; PSICANÁLISE
  • Language: Português
  • Abstract: Este é um estudo institucional que toma como foco o discurso de psicanalistas sobre sua prática clínica, e se constitui por meio de uma estratégia de pensamento específica, a análise institucional de discurso, conforme proposta por Guirado. Com base nesse método, consideramos a clínica psicanalítica como instituição. A análise que aqui se produziu teve como objetivo configurar o que esses profissionais reconhecem como término de análise e que imagem montam de um paciente que conclui seu tratamento. Para isso, o caminho por nós trilhado foi, por meio do discurso de nossos entrevistados, montar cenas em que se evidenciaram não apenas o tema em questão, mas também o modo como o analista vê o paciente, o processo analítico e os lugares que esse profissional atribui a si mesmo. Ou seja, partimos do pressuposto de que esses aspectos constituem as concepções sobre o fim da análise e sobre o paciente em "alta". Foram entrevistados seis psicanalistas, divididos em dois grupos, a saber, o grupo da escola inglesa e o grupo da escola francesa. Foi possível delimitar as especificidades de cada grupo, assim como as regularidades que permitem pensar nessas práticas como uma mesma instituição clínica psicanalítica. Pudemos evidenciar de que forma a relação analítica se constitui como jogos de forças, relações de poder; e dessa forma insere o tratamento psicanalítico em um regime de produção de verdade; de que modo aquilo que os analistas reconhecem como verdade sobre o paciente sedelineia como uma espécie de reverberação da teoria psicanalítica. O processo analítico aparece, na fala de nossos entrevistados, associado à idéia de autoconhecimento, de forma que o paciente em fim do processo, entre tantas outras imagens, aparece como alguém que alcança um saber sobre si, saber esse que é equivalente à concepção que o analista, apoiado, ora mais, ora menos, na teoria que professa, constrói sobre seu cliente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.06.2007

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300017383T P302 L732p e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Marco Aurélio de; GUIRADO, Marlene. O paciente e o término da análise no discurso de psicanalistas: uma análise institucional de discurso. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Lima, M. A. de, & Guirado, M. (2007). O paciente e o término da análise no discurso de psicanalistas: uma análise institucional de discurso. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Lima MA de, Guirado M. O paciente e o término da análise no discurso de psicanalistas: uma análise institucional de discurso. 2007 ;
    • Vancouver

      Lima MA de, Guirado M. O paciente e o término da análise no discurso de psicanalistas: uma análise institucional de discurso. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: