Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LÓPEZ GARCÍA, KARLA SELENE - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Subjects: HABILIDADE SOCIAL; DROGA (VÍCIO); ADOLESCENTES; ESTUDANTES
  • Language: Português
  • Abstract: Estudo descritivo, correlacional, cujos objetivos foram realizar a adaptação transcultural para México dos instrumentos Teenagee Inventory of Social Skills (TISS) e o Cuestionario de Evaluación de Dificultades Interpersonales en la Adolescencia (CEDIA) e identificar as características pessoais, familiares e sociais (competência social e dificuldades interpessoais) que podem influenciar o consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N. L. México. Seguiram-se as etapas metodológicas para a adaptação transcultural: 1) Tradução, 2) Retrotradução, 3) Revisão por um comitê de especialistas 4) Aplicação de uma prova piloto e analise das propriedades psicométricas de validação e confiabilidade dos instrumentos TISS e CEDIA, numa amostra de 1.221 estudantes de ensino fundamental. Os resultados encontrados mostraram que o instrumento TISS é uma ferramenta confiável na avaliação da competência social, obtendo-se valores de consistência interna aceitáveis ao aplicar-se em adolescentes escolares mexicanos. As Inter-correlações entre as subescalas de conduta pró-social e anti-social demonstraram ser negativas e estatisticamente significativas, o que confirma a existência de domínios de condutas diferentes, além de verificar a existência de dois fatores através da análise fatorial aplicada ao instrumento TISS. Em relação ao Questionário CEDIA, encontraram-se adequadas propriedades psicométricas, elevada confiabilidade e valores aceitáveis do coeficienteAlpha de Cronbach para a escala total e cada uma das subescalas de dificuldades interpessoais (assertividade, relações heterossexuais, falar em público, relações familiares e relações com amigos), indicaram-se coeficientes de correlação positivos e significativos entre as subescalas; e se afirmou a natureza multidimensional do questionário CEDIA. Por outro lado, apresentaram-se diferenças significativas da conduta ) pró-social e antisocial segundo sexo, idade e escolaridade. Além de encontrar diferenças das dificuldades interpessoais segundo sexo e idade nos adolescentes. Em relação ao consumo de drogas legais alguma vez em sua vida, mais do 40,0% consumiu bebidas alcoólicas, 36,2% consumiu tabaco. Sobre às drogas ilegais, assinalou-se que 2,4% usaram inalantes, 2,0% experimentaram maconha e 0,8% consumiram cocaína alguma vez em sua vida. Nô se encontraram diferenças de consumo de drogas por sexo. No entanto encontraram-se diferenças de consumo de tabaco nos adolescentes escolares por idade, escolaridade e ocupação e ou viver ou não com o pai. Identificou-se que mais do 80,0% apresentava muito baixa dependência de consumo de tabaco através do questionário FAGESTROM. Em relação ao consumo de álcool, os homens mostram mais alta proporção de consumo atual, destacando-se diferenças de consumo por idade e escolaridade. O instrumento AUDIT mostrou que mais do 30,0% apresentava consumo de álcool em risco, 14,8% dos participantes apresentaram sintomas dedependência e 29,7% manifestavam danos relacionados ao consumo de álcool. Em relação ao consumo de drogas ilegais não se apresentaram diferenças nas variáveis do estudo. Observou-se que quanto a maior conduta pró-social menor é o consumo de drogas nos adolescentes. Encontrou-se relação da conduta anti-social com o consumo de álcool e drogas ilícitas. As dificuldades interpessoais não apresentaram relação com o consumo de drogas. As variáveis que têm a probabilidade de predizer o consumo de tabaco, são idade, sexo, conduta anti-social, dificuldades interpessoais para falar em público e relações heterossexuais. Referente ao consumo de álcool, as variáveis que predizem o consumo são idade, sexo, escolaridade, conduta anti-social, dificuldades interpessoais na assertividade, relações heterossexuais, relações familiares e relações com ) amigos. Mostrou-se que a conduta anti-social é a única variável que tem a probabilidade de predizer o consumo de drogas ilícitas nos adolescentes escolares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.09.2007
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200012993T3331
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LÓPEZ GARCÍA, Karla Selene; COSTA JUNIOR, Moacyr Lobo da. Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-18102007-170157/ >.
    • APA

      López García, K. S., & Costa Junior, M. L. da. (2007). Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-18102007-170157/
    • NLM

      López García KS, Costa Junior ML da. Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-18102007-170157/
    • Vancouver

      López García KS, Costa Junior ML da. Competência social, dificuldades interpessoais e consumo de drogas em adolescentes escolares de Monterrey, N.L. México [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-18102007-170157/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: