Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Teste de caminhada de seis minutos após infarto agudo do miocárdio: comparação com teste ergométrico e peptídeo natriurético tipo B (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: UMEDA, IRACEMA IOCO KIKUCHI - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Subjects: INFARTO DO MIOCÁRDIO; TESTE DE ESFORÇO; EXERCÍCIO FÍSICO; HORMÔNIOS PEPTÍDICOS; EQUILÍBRIO HIDRO-ELETROLÍTICO
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O infarto agudo do miocárdio continua sendo uma doença de interesse em Saúde Pública devido a sua morbimortalidade. O teste ergométrico e os marcadores biológicos, incluindo o peptídeo natriurérico tipo B (BNP) auxiliam na estratificação de risco dos pacientes, porém estes exames requerem materiais de alto custo. O teste de caminhada de seis minutos (TC6) é um teste de fácil aplicação e de baixo custo. Objetivo: Verificar e correlacionar a distância do TC6 após IAM não complicado com o consumo de oxigênio (VO2) obtido pelo teste ergométrico (TE) e as concentrações de BNP. Analisar que variáveis influenciaram no TC6 e comparar o comportamento da frequência cardíaca (FC) e da pressão arterial (PA) no TC6 e TE. Metodologia: Os critérios de inclusão foram: pacientes com IAM com supra desnível de ST, internados no Instituto "Dante Pazzanese" de Cardiologia entre junho de 2005 a abril de 2007, de ambos os gêneros, idade entre 21 a 80 anos e que assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Foram excluídos os pacientes com evolução clínica complicada, resultados adversos de TE e com comorbidades impeditivas para caminhar. A dosagem do BNP e o TE foram realizados no 4º ou 5º dia de IAM e o TC6, após uma a dois dias. Para análise estatística foram utilizados os testes de Kolmogorov-Smirnov, t de Student ou de Wilcoxon; qui-quadrado; correlação de Pearson ou Spearman, ANOVA e ANCOVA. p-valor < 0,05. Resultados: Expressos em média e desviopadrão para variáveis quantitativas e número e porcentagem para variáveis categóricas. Casuística: 61 pacientes, 47 homens (78,7 por cento), 56,38 (9,98) anos, IMC=27,40 (4,44) Kg/m2. Todos os pacientes concluíram o TC6 sem intercorrências, com distância de 451,54 (88,30)m. ) O VO2 obtido pelo TE foi de 25,66 (8,78) ml/Kg/min, BNP=249,45 (296,05) pg/ml, fração de ejeção do ventrículo esquerdo = 51,22 (9,20 por cento), 27 pacientes (44,3 por cento) com diagnóstico de IAM anterior e 50 (83,6 por cento) com terapia de reperfusão, não sendo verificada correlação entre elas, exceto uma fraca correlação (r=0,353; p=0,006) entre o TE (VO2) e TC6 (metros). Sedentarismo, idade, gênero e terapêutica da reperfusão tiveram associação com a distância no TC6. No modelo linear generalizado mostraram efeitos significantes a idade (p=0,009), o IMC (p=0,045) e gênero (p<0,0001) na distância do TC6
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.10.2007

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800039897Mtr 1501
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      UMEDA, Iracema Ioco Kikuchi; ANDRADE, Januário de. Teste de caminhada de seis minutos após infarto agudo do miocárdio: comparação com teste ergométrico e peptídeo natriurético tipo B. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Umeda, I. I. K., & Andrade, J. de. (2007). Teste de caminhada de seis minutos após infarto agudo do miocárdio: comparação com teste ergométrico e peptídeo natriurético tipo B. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Umeda IIK, Andrade J de. Teste de caminhada de seis minutos após infarto agudo do miocárdio: comparação com teste ergométrico e peptídeo natriurético tipo B. 2007 ;
    • Vancouver

      Umeda IIK, Andrade J de. Teste de caminhada de seis minutos após infarto agudo do miocárdio: comparação com teste ergométrico e peptídeo natriurético tipo B. 2007 ;