Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

As células linhagem negativa (Lin-) de medula óssea atenuam a progressão da doença renal crônica (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALEXANDRE, CRISTIANNE DA SILVA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: ÓXIDO NÍTRICO; ENDOTÉLIO VASCULAR; LINFÓCITOS; RATOS; CÉLULAS-TRONCO; INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA
  • Language: Português
  • Abstract: A doença renal crônica continua sendo um desafio no campo da pesquisa médica. Para avaliar o efeito de células tronco nessa patologia, foram usadas células linhagem negativa (Lin ) de medula óssea. Ratos singênicos Fischer 344 foram submetidos à nefrectomia 5/6 (Nx) e divididos em 3 grupos: Nx (não tratados); NxSC1 (submetidos à infusão de 2 106 células Lin no 15º dia de pós-operatório); e NxSC3 (submetidos à infusão de 2 106 células Lin no 15º, 30º e 45º dias de pós-operatório). No 60º dia de pós-operatório os animais foram estudados. A infusão de células resultou em redução da proteinúria, do índice de esclerose glomerular, da área intersticial relativa, da anemia, da infiltração do tecido renal por células imunes e da expressão tecidual de MCP-1, p21 e VEGF. Esses dados sugerem que essas células retardam a progressão da doença renal crônica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.12.2007
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700063442FM W4.DB8 SP.USP FM-2 A367ac 2007
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALEXANDRE, Cristianne da Silva; ANDRADE, Lúcia. As células linhagem negativa (Lin-) de medula óssea atenuam a progressão da doença renal crônica. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-10032008-150329/ >.
    • APA

      Alexandre, C. da S., & Andrade, L. (2007). As células linhagem negativa (Lin-) de medula óssea atenuam a progressão da doença renal crônica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-10032008-150329/
    • NLM

      Alexandre C da S, Andrade L. As células linhagem negativa (Lin-) de medula óssea atenuam a progressão da doença renal crônica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-10032008-150329/
    • Vancouver

      Alexandre C da S, Andrade L. As células linhagem negativa (Lin-) de medula óssea atenuam a progressão da doença renal crônica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-10032008-150329/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: