Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Práticas corporais promovidas pela unidade básica de saúde "Vila Dalva": visão de usuários (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERDINANDO, DOUGLAS CERQUEIRA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: SERVIÇOS DE SAÚDE; TERAPÊUTICA MÉDICA; SAÚDE PÚBLICA; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; PERCEPÇÃO; SATISFAÇÃO DOS CONSUMIDORES DE SERVIÇOS DE SAÚDE; PLATAFORMA POLÍTICA; SAÚDE DA FAMÍLIA; PROMOÇÃO DA SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: A educação física atua, historicamente, na saúde e na educação, aos interesses políticos do Brasil desde a primeira metade do século XIX, período conhecido como era da eugenia". Atualmente a educação física por meio das atividades físicas, dos exercícios físicos, na busca da aptidão para "cuidar do corpo" e acabar com o sedentarismo, tem se revelado, com uma nova roupagem, um instrumento para o que se chamou de higienismo e eugenismo pós-moderno. A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo implantou em 2001 o Projeto de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) como prática inovadora de promoção da saúde, estimulando a realização no âmbito da atenção básica. No conjunto das ações da MTC encontram-se as práticas corporais como Tai Ch'i Chuan, Tai Ch'i Pai Lin, Lian Gong, Ch'i Gong, Meditação Ativa, dentre outras, buscando melhorar a saúde e a percepção do próprio corpo. Este trabalho buscou analisar e discutir as práticas corporais oferecidas na Entidade Básica de Saúde Vila Dalva, na visão dos usuários e pelo enfoque da promoção da saúde, sendo práticas corporais de origem oriental ou não. Utilizou-se para o estudo na abordagem de análise qualitativa, e a técnica de coleta de dados foi de entrevista semi-estruturada com usuários da referida Unidade Básica de Saúde. Foram entrevistados usuários que participam das práticas corporais num período superior ou igual a um ano e usuários que não participam das práticas oferecidas pela UBS. No processo de análise de um totalde 17 entrevistas, levantou-se 3 categorias temáticas mais recorrentes conforme elementos do conceito de promoção da saúde: Acessibilidade, Medicalização e Participação Social. ) Verificou-se que as práticas corporais, mesmo tendo um conceito mais adequado às propostas do Programa De Saúde da Família (PSF) na busca da Promoção da Saúde no âmbito da atenção básica, estão sendo oferecidas e desenvolvidas com elementos de medicalização adquiridos historicamente, e dessa forma, contrariando a proposta do PSF de focar-se na família, na vida de qualidade, e não na doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2007

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP11800040245Mtr 1530
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERDINANDO, Douglas Cerqueira; MARTINS, Cleide Lavieri. Práticas corporais promovidas pela unidade básica de saúde "Vila Dalva": visão de usuários. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Ferdinando, D. C., & Martins, C. L. (2007). Práticas corporais promovidas pela unidade básica de saúde "Vila Dalva": visão de usuários. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ferdinando DC, Martins CL. Práticas corporais promovidas pela unidade básica de saúde "Vila Dalva": visão de usuários. 2007 ;
    • Vancouver

      Ferdinando DC, Martins CL. Práticas corporais promovidas pela unidade básica de saúde "Vila Dalva": visão de usuários. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: