Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Investigação de lesões em DNA induzidas pelo hidrocarboneto policíclico aromático antantreno (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DUTRA, IGO - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Subjects: TOXICOLOGIA AMBIENTAL; HIDROCARBONETOS POLICÍCLICOS (AVALIAÇÃO); DANO AO DNA (INVESTIGAÇÃO); ESTRESSE OXIDATIVO; CARCINÓGENOS QUÍMICOS (ESTUDO;PREVENÇÃO E CONTROLE)
  • Language: Português
  • Abstract: O antantreno é um hidrocarboneto hexacíclico aromático (HPA) bastante difundido no meio ambiente e que não apresenta as regiões de baía ou fjord, que em geral, conferem alta reatividade a esses compostos após oxidação. Entretanto, sua mutagenicidade em bactérias após ativação metabólica é comparável à do Benzopireno (BP) e, com base na sensibilidade das linhagens de S. typhimurium utilizadas, os metabólitos do antantreno causam substituições de pares de base, trocas de fita e possivelmente dano oxidativo ao DNA. Alguns dos metabólitos que apresentam ação genotóxica em bactérias foram recentemente identificados, mas uma investigação mais ampla considerando a ligação desses e outros possíveis metabólitos a biomoléculas, com a identificação dos adutos formados, pode contribuir para um melhor esclarecimento das vias envolvidas em sua genotoxicidade. Neste trabalho investigamos a reação do antantreno (oxidado quimicamente e pelo sistema HRP/`H IND.2``O IND.2`) com dG e DNA in vitro, tendo sido observada a formação de possíveis adutos nas análises por HPLC/ESI/MS, HPLC/UV/Fluorescência e espectrofluorimetria. Células de carcinoma hepatocelular humano (HepG2) e hepatócitos de fígado humano normal (THLE-2) foram incubadas com antantreno e seus produtos de oxidação (quinonas e hidroquinonas acetiladas), verificando-se citotoxicidade dose dependente em diferentes condições de cultura. Uma vez que a sobrevivência relativa das células THLE-2 cultivadas sobre filme decolágeno e em meio PFMR-4 se assemelhou à sobrevivência relativa das células HepG2 cultivadas em meio DME e sem filme de colágeno, utilizamos as células HepG2 para análise de dano oxidativo. Produtos de oxidação do antantreno (quinonas e hidroquinonas acetiladas) induziram a formação de 8-oxodGuo no DNA celular. Os dados obtidos nos indicam que duas vias podem estar envolvidas na genotoxicidade do antantreno observada nos estudos com S.typhimurium realizados ) por Platt et al. (2002): indução de dano oxidativo e formação de adutos com o DNA
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.10.2007
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100013145T 615.90028 D978i
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DUTRA, Igo; LOUREIRO, Ana Paula de Melo. Investigação de lesões em DNA induzidas pelo hidrocarboneto policíclico aromático antantreno. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-07122007-112557/ >.
    • APA

      Dutra, I., & Loureiro, A. P. de M. (2007). Investigação de lesões em DNA induzidas pelo hidrocarboneto policíclico aromático antantreno. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-07122007-112557/
    • NLM

      Dutra I, Loureiro AP de M. Investigação de lesões em DNA induzidas pelo hidrocarboneto policíclico aromático antantreno [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-07122007-112557/
    • Vancouver

      Dutra I, Loureiro AP de M. Investigação de lesões em DNA induzidas pelo hidrocarboneto policíclico aromático antantreno [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-07122007-112557/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: