Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Escola Técnica Federal de São Paulo: a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio (1965-1986) (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: D'ANGELO, MARCIA - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: ENSINO PROFISSIONAL E TÉCNICO
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa, de tipo qualitativo e exploratório, é um estudo de caso que enfoca a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio na Escola Técnica Federal de São Paulo nas décadas de 1970 e 1980. Esse tema tem como referencial a integração do saber pensar e do saber fazer e, portanto, a formação integral do ser humano - sua omnilateralidade - tendo o trabalho como princípio educativo, inclusive o trabalho escolar. Dessa forma, o estudo teve que se estender até a década atual, ano de 2007, uma vez que o ensino integrado na referida instituição perdurou de 1965 até 1999, quando a Escola Técnica Federal de São Paulo transformou-se em Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo - CEFET-SP. Ocorre que o Decreto n.º 2.208/97 do presidente Fernando Henrique Cardoso proibiu o curso técnico integrado ao médio e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva permitiu a volta dessa integração com o Decreto n.º 5.154/04. Com isso, tendo-se como parâmetro a importância do curso médio integrado, ou seja, cursos técnicos compostos por disciplinas propedêuticas aliadas às disciplinas técnicas, a pesquisa foi estendida até os dias atuais. Procurou-se entender a conjuntura em que foi criada a Escola Técnica Federal de São Paulo, isto é, o Estado de Segurança Nacional, o Projeto Brasil-Potência e o \"milagre econômico brasileiro\", numa relação quase direta com a demanda de técnicos para as multinacionais, cuja tecnologia moderna e padrão produtivotaylorista/fordista do capital demandavam técnicos para comporem, juntamente com os engenheiros, a \"gerência científica\". Foi destacada a Lei n.º 5.692/71 e sua profissionalização compulsória, valorizando os cursos técnicos de forma exagerada. Foram analisadas as causas da excelência da Escola Técnica Federal de São Paulo, o papel da classe média ocupando espaços públicos até profissionalizantes para sua ) ascensão social, a importância da função do técnico nas décadas de 1970/1980 e atualmente, assim como a função do técnico e do tecnólogo no padrão produtivo atual toyotista/taylorizado do capital. A investigação embasou-se, além de muitos documentos secundários, em várias entrevistas com engenheiros e técnicos de empresas particulares, com professores e funcionários administrativos do CEFET-SP, com alunos e exalunos do CEFET-SP e da Escola Técnica Federal de São Paulo, em depoimentos de professores e ex-professores, familiares de ex-professores, além de documentos primários da Escola Técnica Federal de São Paulo, como Livros de Registro de Matrículas, Registro de Diplomas e Relatórios de Gestão do Diretor de 2005 e 2006. A pesquisa resultou em opiniões muito favoráveis ao retorno do curso médio integrado, pela qualidade de ensino que oferece aos alunos, apontando, ainda, que a função do técnico de nível médio é ainda muito importante para as empresas e, se seu cargo como intermediário entre projeto e execução é desvalorizado, isso ocorre devido ao saláriobaixo, concorrência com estagiários, engenheiros e cursos concomitantes ou seqüenciais de qualidade inferior com a vigência do Decreto n.º 2.208/97. Vale registrar que o CEFET-SP é um dos últimos CEFETs do país que ainda não integrou o curso médio ao técnico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.11.2007
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH20900027521T D`ANGELO, MARCIA 2007
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      D'ANGELO, Márcia; MOTOYAMA, Shozo. Escola Técnica Federal de São Paulo: a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio (1965-1986). 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-23012008-113731/ >.
    • APA

      D'Angelo, M., & Motoyama, S. (2007). Escola Técnica Federal de São Paulo: a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio (1965-1986). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-23012008-113731/
    • NLM

      D'Angelo M, Motoyama S. Escola Técnica Federal de São Paulo: a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio (1965-1986) [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-23012008-113731/
    • Vancouver

      D'Angelo M, Motoyama S. Escola Técnica Federal de São Paulo: a integração do saber e do fazer na formação do técnico de nível médio (1965-1986) [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-23012008-113731/