Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização da comunidade bacteriana em água subterrânea contaminada com tetracloroeteno (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARMAS, RAFAEL DUTRA DE - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ÁGUAS SUBTERRÂNEAS (REMEDIAÇÃO); POLUIÇÃO DA ÁGUA
  • Language: Português
  • Abstract: Dentre os contaminantes de água subterrânea de maior importância está o tetracloroeteno (PCE), o qual é altamente tóxico e potencialmente carcinógeno. As comunidades bacterianas de águas subterrâneas contaminadas com PCE e a diversidade de bactérias capazes de degradar esses organoclorados são pouco conhecidas. O objetivo deste trabalho é comparar a estrutura das comunidades de bactérias de amostras de água subterrânea em uma área contaminada com PCE e selecionar um consórcio microbiano capaz de degradar eficientemente o PCE em reator horizontal de leito fixo (RHLF). Amostras de água subterrânea de oito poços de monitoramento, instalados em uma área contaminada com PCE foram coletadas e analisadas para determinação de oxigênio dissolvido, potencial redox, condutividade elétrica, pH e concentração de tetracloroeteno, tricloroeteno, cis-dicloroeteno e cloreto de vinila (COVs). As amostras foram analisadas também para a determinação da estrutura das comunidades de bactéria por PCRDGGE e seqüenciamento de clones do gene rRNA 16S. Os parâmetros físico-químicos oscilaram consideravelmente ao longo do tempo em todos os poços de monitoramento (PM). Tetracloroeteno e tricloroeteno foram detectados apenas no PM6. As estruturas das comunidades bacterianas dos PMs analisados mostraram tanto variação temporal quanto espacial. As análises das comunidades bacterianas nos PM6 e PM8, contaminado e não-contaminado com PCE, revelaram resultados semelhantes aos obtidospor DGGE. Uma maior riqueza estimada de espécies bacterianas foi observada nas amostras do PM8, pelo menos em duas épocas de amostragem, sugerindo que a contaminação com PCE está associada com a redução da diversidade bacteriana em água subterrânea. Cultivos de enriquecimento e ensaios de degradação do PCE foram realizados utilizando-se um RHLF, o qual foi preenchido com sedimento do PM6 imobilizado em espuma de ) poliuretano e enriquecido com meio mineral básico suplementado com PCE. A análise das alterações nas comunidades de bactérias nos reatores foi feita por PCRDGGE e seqüenciamento parcial do gene rRNA 16S. No ensaio de degradação do PCE no RHLF foi utilizado meio com PCE suplementado ou não com lactato e acetato. Tanto pelo DGGE quanto pelo seqüenciamento, foi observada a seleção de bactérias específicas no reator. A partir das análises de seqüenciamento, essas bactérias foram identificadas como Alphaproteobacteria e Sphingobacteria. No ensaio de degradação do PCE, os parâmetros físico-químicos do meio não mostraram variações ao longo do comprimento dos reatores. As análises de COVs mostraram uma grande eficiência na degradação do PCE (98%), com um tempo de retenção de 12 horas, não havendo diferença significativa na percentagem de degradação em meio com lactato ou acetato, com relação ao controle sem fonte de carbono. No processo de degradação nenhum dos produtos da via de degradação do PCE foi detectado, o que sugere uma via alternativa de degradação do PCE,a qual ocorre em aerobiose
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.01.2008
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500049083t628.16 A727c e.2 91468
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARMAS, Rafael Dutra de; LAMBAIS, Marcio Rodrigues. Caracterização da comunidade bacteriana em água subterrânea contaminada com tetracloroeteno. 2008.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-26022008-163013/ >.
    • APA

      Armas, R. D. de, & Lambais, M. R. (2008). Caracterização da comunidade bacteriana em água subterrânea contaminada com tetracloroeteno. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-26022008-163013/
    • NLM

      Armas RD de, Lambais MR. Caracterização da comunidade bacteriana em água subterrânea contaminada com tetracloroeteno [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-26022008-163013/
    • Vancouver

      Armas RD de, Lambais MR. Caracterização da comunidade bacteriana em água subterrânea contaminada com tetracloroeteno [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11138/tde-26022008-163013/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: