Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: AZEVEDO, GISELE REGINA DE - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: QUALIDADE DE VIDA; INCONTINÊNCIA URINÁRIA; SAÚDE DA MULHER
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de estudo quantitativo, do tipo descritivo e exploratório, de corte transversal, em que se utilizou inquérito populacional domiciliar, que teve por objetivo analisar a qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba/SP, verificar as correlações existentes entre os escores de QV e algumas variáveis sócio-demográficas e clínicas da amostra, além de verificar as correlações existentes entre os escores de QV e a Escala de Sintomas do KHQ. Foi utilizado um questionário sócio-demográfico e clínico e o questionário específico de QV King\'s Health Questionnaire (KHQ), sendo que o estudo foi aprovado previamente pelo Comitê de Ética da PUC/SP. A população do estudo foi constituída por 334 mulheres das quais foram selecionadas para a amostra as 33 que apresentaram os sintomas caracterizadores de bexiga hiperativa (BH) e que possibilitaram uma estimação da prevalência da mesma para o município. As entrevistas foram realizadas nos domicílios das mulheres e o banco de dados implantado com o uso do software SPSS versão 13.0 foi submetido às análises estatísticas através da análise de regressão linear categórica pelo método CATREG (Categorical Regression with Optimal Scaling), tendo sido realizadas por meio dos programas estatísticos GENSTAT for Windows versão 8, Sudaan 7.5 e NCSS 2007. Foram avaliadas as correlações não paramétricas entre os dados sócio-demográficos e clínicos e os domínios do KHQ pelo Coeficiente de postos deSpearman e foram avaliadas as significâncias do qui-quadrado do Teste de Hosmer-Lemeshow que variaram de 0,384 a 0,85; indicando bom ajuste dos modelos, que foi a forma escolhida para a organização das variáveis para a análise. O teste da razão de verossimilhança mostrou que a contribuição de cada variável nos modelos ajustados foi significante (p< 0,05). A presença ou não de multicolinearidade (alta correlação entre ) as variáveis independentes) foi testada em cada modelo. O nível de significância adotado foi de 5% e as estatísticas com p descritivo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.02.2008
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200013194T3409
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AZEVEDO, Gisele Regina de; SANTOS, Vera Lucia Conceicao de Gouveia. Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-11032008-113542/ >.
    • APA

      Azevedo, G. R. de, & Santos, V. L. C. de G. (2008). Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-11032008-113542/
    • NLM

      Azevedo GR de, Santos VLC de G. Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-11032008-113542/
    • Vancouver

      Azevedo GR de, Santos VLC de G. Qualidade de vida de mulheres com bexiga hiperativa no município de Sorocaba [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-11032008-113542/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: