Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Crenças dos enfermeiros de unidades diagnósticas sobre o atendimento à parada cardiorrespiratória (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HADI, HAFIZA ABDON MUSSER - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: CUIDADOS CRÍTICOS (ENFERMAGEM); PARADA CARDÍACA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo, de cunho qualitativo, objetivou verificar as estruturas de atendimento à parada cardiorrespiratória e identificar as crenças pessoais e normativas dos enfermeiros que atuam em unidades diagnósticas, utilizando como referencial teórico a Teoria da Ação Racional (Theory of Reasoned Action - TRA). Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas, junto a dezesseis enfermeiros de unidades diagnósticas de três hospitais privados e um público da cidade de São Paulo. Os dados foram submetidos à técnica de análise de conteúdo, que possibilitou evidenciar crenças positivas e negativas agrupadas em duas Unidades Temáticas Centrais, estabelecidas \"a priori\", dentro dos pressupostos da TRA: Crenças de Atitude e Crenças Normativas. A análise das entrevistas evidenciou que entre as Crenças de Atitude, destacaram-se as crenças afetivas negativas em relação à execução do comportamento. Na unidade Crenças Normativas, foram evidenciados os referentes sociais positivos para a execução do comportamento: grupo de parada, equipe de enfermagem, médico do grupo de parada, médico anestesista, bem como os fatores estimuladores do comportamento: conhecimento e preparo dos médicos, treinamentos freqüentes, equipamentos disponíveis, atrelar o \"bip\" dos enfermeiros ao do grupo de parada; como referentes sociais que desestimulam o comportamento: equipe médica e de enfermagem, e, como fatores que desestimulam: planta física, déficit de conhecimento dos médicos eequipe de enfermagem e recursos humanos deficitários. Concluiu-se que é imprescindível que os programas educacionais sejam elaborados a partir de fatores que motivem, possibilitem e reforcem o enfermeiro a adotar determinado comportamento, tornando este profissional capaz de participar dos processos decisórios que envolvem o cuidado do paciente crítico, junto aos seus pares, de forma igualitária, tornando o ) atendimento seguro e eficaz ao paciente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.03.2008
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200013481T3440
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HADI, Hafiza Abdon Musser; MENEGHIN, Paolo. Crenças dos enfermeiros de unidades diagnósticas sobre o atendimento à parada cardiorrespiratória. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-16042008-144419/ >.
    • APA

      Hadi, H. A. M., & Meneghin, P. (2008). Crenças dos enfermeiros de unidades diagnósticas sobre o atendimento à parada cardiorrespiratória. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-16042008-144419/
    • NLM

      Hadi HAM, Meneghin P. Crenças dos enfermeiros de unidades diagnósticas sobre o atendimento à parada cardiorrespiratória [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-16042008-144419/
    • Vancouver

      Hadi HAM, Meneghin P. Crenças dos enfermeiros de unidades diagnósticas sobre o atendimento à parada cardiorrespiratória [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-16042008-144419/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: