Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Geotermobarometria, geoquímica, geocronologia e evolução tectônica das rochas da fácies xisto azul da Colômbia nas áreas de Jambaló (Cauca) e Barragán (Valle de Cauca) (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LONDOÑO, ANDRES BUSTAMANTE - IGC
  • USP Schools: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: GEOTERMOBAROMETRIA; GEOCRONOLOGIA; GEOQUÍMICA DAS ROCHAS; EVOLUÇÃO TECTÔNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar da importância das rochas da fácies xisto azul para o entendimento da dinâmica das zonas de subducção no passado, pouquíssimos estudos de mapeamento, geoquímica, geotermobarometria, geocronologia e de evolução tectônica têm sido feitos em rochas desse tipo na Colômbia. Na Cordilheira Central dos Andes colombianos ocorrem duas unidades rochas de alta razão P/T, uma delas na região de Jambaló (Departamento de Cauca) e outra na região de Barragán (Departamento de Valle de Cauca). Na região de Jambaló destaca-se a presença de lentes de xistos azuis em uma área constituída predominantemente por rochas da fácies xisto verde. Estas rochas representam núcleos preservados dos processos retrometamórficos que afetam as rochas de alta pressão durante a exumação. Os dados de geoquímica obtidos no conjunto de rochas de Jambaló indicam uma evolução dos protolitos a partir de rochas básicas e intermediárias de arcos de ilhas e de MORB. Usando o software TWQ 1.02, foram obtidos dados P e T que mostram uma forte descompressão acompanhada por quedas relativamente pequenas na temperatura para o das rochas da fácies xisto azul. A pressão tem uma variação entre 'APROXIMADAMENTE'14 E 7 kbar com uma diminuição da temperatura entre 'APROXIMADAMENTE'400 e 300°C. Para as rochas da fácies xisto verde observa-se uma descompressão (8,2 - 6,6 kbar) seguida de um leve aquecimento (463 - 500°C), possivelmente devido à sua colocação junto a lascas tectônicas aquecidas em zonas decavalgamentos. O conjunto dos dados 'ANTPOT.40 Ar'/'ANTPOT.39 Ar' mostram que o metamorfismo da fácies xisto azul de Jambaló têm idade predominante próxima de 63 Ma, com indicações de possíveis idades até mais antigas que 71 Ma, apesar do melhor intervalo situar-se entre 66 e 61 Ma (Maastritchtiano-Daniano). Isso posiciona a exumação dos xistos azuis de Jambaló no final do Cretáceo até o início do Terciário, pois considerando que foram datadas as ) principalmente paragonita e, subordinadamente fengita, associadas à foliação milonítica nas rochas da fácies xisto azul, a idade mínima do metamorfismo seria um pouco mais antiga e as idades obtidas representariam o evento de exumação, que tem relação direta com a geração de foliação milonítica. Na região de Barragán é constituída por predominantemente xistos azuis e possíveis retro-eclogitos e a geoquímica caracteriza os protolitos das rochas da fácies xisto azul e anfibolito como formados em N-MORB. Os dados de geotermobarometria obtidos para o conjunto de rochas de Barragán indicam que as amostras pertencentes à fácies anfibolito sofreram uma forte descompressão ('APROXIMADAMENTE'15 - 9,2 kbar) seguida de um leve aumento na temperatura (639 - 665°C) o que sugere que estas rochas tenham alcançado a fácies eclogito. As rochas da fácies xisto azul por sua parte, mostram uma leve queda na pressão (9,5 - 9,3 kbar) e uma leve queda na temperatura (399 - 397°C), associada à transição das fácies xisto azulpara xisto verde. A idade 'ANTPOT.40 Ar'/'ANTPOT.39 Ar' obtida em um metapelito associado com os xistos azuis, apresentou uma idade de 'APROXIMADAMENTE'120 Ma, o que sugere que o metamorfismo na fácies xisto azul seja mais antigo (125 - 150 Ma) dependendo do modelo de geração e exumação que seja considerado. Todo o conjunto de dados sugere duas coisas principais, a primeira que não há relação entre os xistos azuis e rochas associadas da região de Barragán e as de Jambaló e a segundo que pode ser considerado um modelo evolutivo de xistos azuis Andino, diferente aos modelos Franciscano e Alpino
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.04.2008
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IGC30900024313T B982 A.g e.2
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BUSTAMANTE LONDOÑO, Andrés; JULIANI, Caetano. Geotermobarometria, geoquímica, geocronologia e evolução tectônica das rochas da fácies xisto azul da Colômbia nas áreas de Jambaló (Cauca) e Barragán (Valle de Cauca). 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44143/tde-22082008-155904/ >.
    • APA

      Bustamante Londoño, A., & Juliani, C. (2008). Geotermobarometria, geoquímica, geocronologia e evolução tectônica das rochas da fácies xisto azul da Colômbia nas áreas de Jambaló (Cauca) e Barragán (Valle de Cauca). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44143/tde-22082008-155904/
    • NLM

      Bustamante Londoño A, Juliani C. Geotermobarometria, geoquímica, geocronologia e evolução tectônica das rochas da fácies xisto azul da Colômbia nas áreas de Jambaló (Cauca) e Barragán (Valle de Cauca) [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44143/tde-22082008-155904/
    • Vancouver

      Bustamante Londoño A, Juliani C. Geotermobarometria, geoquímica, geocronologia e evolução tectônica das rochas da fácies xisto azul da Colômbia nas áreas de Jambaló (Cauca) e Barragán (Valle de Cauca) [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44143/tde-22082008-155904/