Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do controle de infecção cruzada em serviços odontológicos de Sertãozinho, SP (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RODRIGUES, WANESSA TEIXEIRA BELLISSIMO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ODONTOLOGIA EM SAÚDE COLETIVA; CONTROLE DE INFECÇÕES (AVALIAÇÃO); ESTERILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO ODONTOLÔGICO
  • Language: Português
  • Abstract: Garantir a segurança do cliente é hoje uma preocupação constante em todos os segmentos da assistência à saúde. Pela grande quantidade de microorganismos presentes na cavidade oral, pela extensa contaminação do ar, equipamentos e superfícies adjacentes ao cliente que ocorre durante o atendimento odontológico, o risco de transmissão de doenças infecto-contagiosas como a aids, as hepatites B e C pode ser elevado nesse cenário, caso medidas preventivas não sejam estritamente adotadas. Diante disso, o presente estudo avaliou entre os cirurgiões-dentistas da rede privada e pública de Sertãozinho (SP), o nível de conhecimento e as práticas de controle de infecção cruzada adotadas durante seu exercício profissional, por meio de entrevista individual. Esses dados foram digitados em um banco de dados do programa Epi-Info (CDC, versão 6.04d) e variáveis selecionadas foram submetidas ao teste ''qui' POT. 2' ou exato de Fisher bicaudal, para comparação entre os setores privado e público (análise transversal). Participaram do estudo 135 cirurgiões-dentistas, predominando o sexo feminino (63,0%) e adultos jovens (média de idade = 34,5 anos). Entre os profissionais que receberam informações sobre controle de infecção cruzada na graduação, 50,4% as julgaram insuficientes. Apenas 26,7% relataram trabalhar constantemente com auxiliar. Realizavam higienização das mãos, antes e após os atendimentos, 86,7% dos participantes, sendo que aqueles com vínculo privado usavam sabonetelíquido e toalhas descartáveis com maior freqüência (p<0,001). A maioria dos profissionais avaliados (97,8%) usava luvas regularmente nos atendimentos clínicos, mas 8,2% deles relataram reutilizar o mesmo par de luvas em diferentes atendimentos. Grande parte dos cirurgiões-dentistas (80,0%) empregava exclusivamente a estufa para a esterilização de artigos termorresistentes, mas os parâmetros adequados de tempo de exposição e temperatura eram atingidos por apenas 32,1% dos profissionais públicos e 70,0% dos privados (p<0,001). A desinfecção de artigos termos sensíveis era feita com substâncias adequadas por 60,0% dos profissionais de ambos os setores (p=0,908). De maneira geral, os dados apontam a existência de um hiato extenso entre as recomendações sobre controle de infecção firmadas na literatura e a prática exercida pelos cirurgiões-dentistas na localidade estudada, sendo pior a situação encontrada nos serviços públicos, em relação aos privados. Através dos dados apresentados, pode se inferir que as causas desse problema são a falta de condições estruturais e funcionais adequadas ao exercício da profissão, a falta de conhecimentos específicos por parte dos cirurgiões-dentistas, assim como sua falta de envolvimento com a questão. Para modificar essa situação, e garantir a preservação da saúde dos clientes sob atendimento odontológico, este problema deve ser amplamente debatido e divulgado no âmbito das associações de classe, faculdadesde odontologia e gestores públicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2008

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200035223Rodrigues, Wanessa Teixeira B.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Wanessa Teixeira Bellissimo; MACHADO, Alcyone Artioli. Avaliação do controle de infecção cruzada em serviços odontológicos de Sertãozinho, SP. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.
    • APA

      Rodrigues, W. T. B., & Machado, A. A. (2008). Avaliação do controle de infecção cruzada em serviços odontológicos de Sertãozinho, SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rodrigues WTB, Machado AA. Avaliação do controle de infecção cruzada em serviços odontológicos de Sertãozinho, SP. 2008 ;
    • Vancouver

      Rodrigues WTB, Machado AA. Avaliação do controle de infecção cruzada em serviços odontológicos de Sertãozinho, SP. 2008 ;