Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Vivências de médicos oncologistas: um estudo da religiosidade no cuidado existencial em saúde (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: JUNQUEIRA, LILIAN CLÁUDIA ULIAN - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Subjects: RELAÇÕES MÉDICO-PACIENTE; RELIGIÃO; FENOMENOLOGIA; ONCOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Atualmente, os profissionais da saúde não vêm sendo preparados para lidar com as dificuldades inerentes à morte e o morrer, no entanto, observa-se que, dentre eles, é o médico que vivencia mais negativamente essa realidade, em detrimento das intervenções psicossociais. A literatura aponta que, crenças e práticas religiosas são importantes na vida de muitos pacientes que procuram assistência, entretanto, muitos médicos e demais profissionais da equipe ainda estão incertos sobre a melhor maneira para abordar questões espirituais e religiosas. Esta pesquisa teve a intenção de compreender a vivência de religiosidade de médicos oncologistas no cuidado com o paciente oncológico. Optou-se pela modalidade de pesquisa qualitativa, na perspectiva da Fenomenologia Ontológica-Hermenêutica de Martin Heidegger, para a compreensão das situações vivenciadas. Foram realizadas entrevistas com médicos oncologistas, após a assinatura do consentimento livre e informado. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra, seguida de uma leitura ampla. posteriormente, verificadas as convergências e divergências dos relatos, emergiram as categorias de análise. A análise interpretativa desvelou que os médicos têm uma abertura para compreensão da dimensão religiosa do paciente, no entanto, a fazem com muita dificuldade .ambigüidade quanto às condutas a serem tomadas. Mostram-se sensíveis a uma nova postura médica que precisa de bases seguras para se solidificar, porémencontra-se em lento inicial, na construção de um novo paradigma, que transita entre o cuidar autêntico e inautêntico. Revelaram a compreensão da importância de Deus, como facilitador ao enfrentamento da facticidade introduzida pelo adoecer e, paralelamente, relataram que, também buscam e confortam-se em sua relação com a espiritualidade e o transcendente. Diante do desamparo sentido pela angústia, na proximidade da fronteira vida-morte, emergem os modos de existir destes cuidadores, na medida em que deparam-se com a finitude humana. Alguns continuam agregados aos rituais religiosos, como missas, velórios e práticas de rezas como forma de elaboração do luto que vivenciam cotidianamente, assim, conservam a dimensão pública do evento morte. Outros mostram-se em uma postura mais contemplativa diante de um Deus interno, cultivando a religiosidade em seu mundo próprio, sem freqüentarem rituais. Acolheram a necessidade do paciente ser-com-o-divino, nos diversos momentos, ao longo do tratamento. Embora, alguns médicos não se sintam confortáveis, ponderando o valor científico das práticas, não há oposição. Tendo em vista que o cuidado permeia toda e qualquer ação humana, segundo a ontologia de Heidegger, podemos vislumbrar, a partir dos resultados desta pesquisa, filosofias educacionais que envolvam os modos de ser-com e suas implicações para o cuidado e o existir autêntico na relação do médico com areligiosidade (CAPES)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.09.2008
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800029453Junqueira, Lilian C. Ulian
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JUNQUEIRA, Lilian Cláudia Ulian; SANTOS, Manoel Antônio dos. Vivências de médicos oncologistas: um estudo da religiosidade no cuidado existencial em saúde. 2008.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-16022009-093933/ >.
    • APA

      Junqueira, L. C. U., & Santos, M. A. dos. (2008). Vivências de médicos oncologistas: um estudo da religiosidade no cuidado existencial em saúde. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-16022009-093933/
    • NLM

      Junqueira LCU, Santos MA dos. Vivências de médicos oncologistas: um estudo da religiosidade no cuidado existencial em saúde [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-16022009-093933/
    • Vancouver

      Junqueira LCU, Santos MA dos. Vivências de médicos oncologistas: um estudo da religiosidade no cuidado existencial em saúde [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-16022009-093933/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: