Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Qualidade de vida do paciente transplantado renal submetido à ampliação vesical (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: AMARAL, RITA DE CASSIA DO - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: QUALIDADE DE VIDA; TRANSPLANTE DE RIM (PSICOLOGIA); BEXIGA (CIRURGIA); MEDIDAS DE ATITUDE
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A avaliação da Qualidade de Vida tem se destacado de modo crescente em pesquisas clínicas de pacientes com transplante renal. O WHOQOL-Abreviado é um dos instrumentos usados para avaliar a Qualidade de Vida em várias populações. O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a Qualidade de Vida nos pacientes transplantados renais submetidos à ampliação vesical e transplantados renais utilizando o WHOQOL-Abreviado e verificar a co-interferência de outros fatores sua Qualidade de Vida desses grupos. MÉTODOS: este é um estudo caso-controle e foi realizado na Unidade de Transplante Renal da Divisão de Clínica Urológica do Instituto Central da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, de julho a novembro de 2007. Foram incluídos no estudo todos os pacientes transplantados renais submetidos à Ampliação Vesical entre 1972 e 2004 com enxerto funcionante (Grupo Caso) e seus respectivos pares (Grupo Controle). Participaram 15 pacientes no Grupo Caso e 27 no Grupo Controle. Através do prontuário médico e de uma ficha de caracterização foram coletados os dados demográficos, sociais e econômicos. A Qualidade de Vida foi avaliada apenas uma vez durante a entrevista com a pesquisadora. RESULTADOS: Os grupos foram muito semelhantes entre si na maioria das variáveis analisadas. No Grupo Caso observou-se menor renda pessoal (p=0,013) e menor IMC (p=0,022). A avaliação da Qualidade de Vida foi semelhante em quase todos os domínios do WHOQOL-Abreviado, a únicadiferença ocorreu no Domínio Relações Sociais, onde o Grupo Caso teve um escore menor que o Grupo Controle (p=0,058). Houve uma integração significativa entre o Domínio Relações Sociais e a faceta suporte (apoio) social (r=0,703; p=0,004) ) CONCLUSÃO: A Qualidade de Vida foi muito semelhante entre os dois grupos de transplantados renais. O Grupo Caso apresentou menor resultado no Domínio Relações Sociais, sendo que esse resultado parece estar diretamente ligado à particularidade da patologia urológica do grupo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.02.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700065147FM W4.DB8 SP.USP FM-1 A517qu 2008
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMARAL, Rita de Cássia; DAVID-NETO, Elias. Qualidade de vida do paciente transplantado renal submetido à ampliação vesical. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-15042009-160825/ >.
    • APA

      Amaral, R. de C., & David-Neto, E. (2009). Qualidade de vida do paciente transplantado renal submetido à ampliação vesical. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-15042009-160825/
    • NLM

      Amaral R de C, David-Neto E. Qualidade de vida do paciente transplantado renal submetido à ampliação vesical [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-15042009-160825/
    • Vancouver

      Amaral R de C, David-Neto E. Qualidade de vida do paciente transplantado renal submetido à ampliação vesical [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-15042009-160825/