Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Eficácia de um novo dentifrício líquido com baixa concentração de flúor e pH acidulado na prevenção de lesões cariosas: estudo clínico randomizado (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VILHENA, FABIANO VIEIRA - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAB
  • Subjects: BIOMARCADORES; UNHAS; DENTIFRÍCIO; CÁRIE DENTÁRIA; FLUOROSE DENTÁRIA; BIOFILMES; ODONTOLOGIA PREVENTIVA
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo foi avaliado o efeito de uma formulação de dentifrício líquido com pH acidulado e baixa concentração de flúor (F) na prevenção de novas lesões cariosas e na incorporação de F no biofilme dentário e nas unhas. Foram selecionadas 1.402 crianças com idade inicial de 4 anos e experiência de cárie, as quais foram divididas em 4 grupos que diferiram em relação ao dentifrício utilizado por 20 meses: G1dentifrício líquido (1100 ppmF, NaF, pH 4,5, n=345), G2 - dentifrício líquido (1100 ppmF, NaF, pH 7,0, n=343), G3 - dentifrício líquido (550 ppmF, NaF, pH 45, n=354), G4 pasta comercial Sorriso Fresh (controle -1100 ppmF, NaF, pH 7,0, n=360. A pasta comercial e os dentifrícios experimentais foram dispensados na escova usando as técnicas transversal e da gota , respectivamente. A progressão de cárie (ceo-s) foi avaliada no início do estudo e após 12 e 20 meses de uso contínuo dos dentifrícios. Uma subamostra de cada grupo participou na segunda etapa do estudo, conduzida 15 meses após o início da primeira etapa. Após as unhas das mãos e dos pés terem sido deixadas crescer por 14 dias, foram coletadas unhas das mãos e dos pés em duas ocasiões separadas (n=15 para cada grupo). Amostras de biofilme dentário foram coletadas 1 h após a última utilização dos respectivos dentifrícios (n=21 por grupo). Biofilme e unhas foram analisados para o F com eletrodo, após difusão facilitada por HMDS. Os dados de ceo-s foram analisados pelo teste Kruskal-Wallis (p <0,05). Os dados dobiofilme foram analisados por ANOVA e teste de Tukey, ao passo que os dados das unhas foram analisados por ANOVA a dois critérios de medidas repetidas e teste de Bonferroni (p <0,05). Após 20 meses, 1053 escolares (G1=271, G2=262, G3=250 e G4=270) completaram o estudo. As médias (±DP) do ceo-s no baseline e após 20 meses, e do respectivo incremento para cada grupo foram, respectivamente: G1) 5,07±5,11, 7,13±6,53 e 30,8%; G2) 4,80±5,00, ) 6,88±6,78 e 31,9%; G3) 5,24±5,37, 7,29±7,27 e 30,5%; G4) 5,05±4,89, 7,13±6,35 e 31,1%. Não houve diferença significativa entre os grupos para nenhuma dessas variáveis. A média (±EP, unidade mmol / Kg de peso seco) das concentrações de F no biofilme foram 3,091±0,984a, 1,667±0,410a, 1,448±0,303a e 0,405±0,103b para G1, G2, G3 e G4, respectivamente. As [F]s nas unhas das mãos foram significativamente mais elevadas quando comparadas às dos pés. As mais altas concentrações de F foram encontradas para a pasta comercial, diferindo significativamente dos dentifrícios líquidos. As menores [F]s foram encontradas para o dentifrício de 550 ppm F, diferindo significativamente dos demais dentifrícios. Os dentifrícios líquidos de 1100 ppm F levaram a [F]s intermediárias nas unhas e não diferiram significativamente um do outro. Os resultados sugerem que o dentifrício de baixa concentração de F (550 ppm) e pH acidulado tem a mesma eficácia anti-cáries que os dentifrícios convencionais (1100 ppm F). A redução do pH do dentifrícioaumenta a incorporação de F no biofilme sem afetar a concentração de F nas unhas. Portanto, o uso do dentifrício de baixa concentração de F e pH acidulado parece ser uma boa alternativa para prevenir cárie dentária e reduzir a ingestão de F a partir do dentifrício em crianças pequenas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.02.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB11600026123SRI
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILHENA, Fabiano Vieira; BUZALAF, Marília Afonso Rabelo. Eficácia de um novo dentifrício líquido com baixa concentração de flúor e pH acidulado na prevenção de lesões cariosas: estudo clínico randomizado. 2009.Universidade de São Paulo, Bauru, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25142/tde-14042009-112557/ >.
    • APA

      Vilhena, F. V., & Buzalaf, M. A. R. (2009). Eficácia de um novo dentifrício líquido com baixa concentração de flúor e pH acidulado na prevenção de lesões cariosas: estudo clínico randomizado. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25142/tde-14042009-112557/
    • NLM

      Vilhena FV, Buzalaf MAR. Eficácia de um novo dentifrício líquido com baixa concentração de flúor e pH acidulado na prevenção de lesões cariosas: estudo clínico randomizado [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25142/tde-14042009-112557/
    • Vancouver

      Vilhena FV, Buzalaf MAR. Eficácia de um novo dentifrício líquido com baixa concentração de flúor e pH acidulado na prevenção de lesões cariosas: estudo clínico randomizado [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25142/tde-14042009-112557/