Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Conhecimentos e percepções dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapia (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARVALHO, SARAH TARCÍSIA REBELO FERREIRA DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RMS
  • Subjects: SAÚDE DA FAMÍLIA; POPULAÇÃO (PERCEPÇÃO); FISIOTERAPIA (APLICAÇÕES)
  • Language: Português
  • Abstract: O Ministério da Saúde criou em 1994 o Programa Saúde da Família (PSF) visando à reorientação do modelo assistencial do Brasil e a valorização da atenção básica. A partir da Portaria 648/06, passa a ser denominado de Estratégia Saúde da Família (EsSF) sinalizando para sua concepção mais ampla, voltada para as especificidades loco-regionais, para o trabalho intersetorial e para a valorização dos saberes e práticas interdisciplinares. Nesse contexto, várias experiências exitosas foram registradas de incorporação do fisioterapeuta na Atenção Básica, permitindo a ampliação de seu campo de atuação, historicamente vinculado à reabilitação, para atuar também na promoção da saúde e prevenção de agravos. No entanto, o número insuficiente de profissionais na rede assistencial, as dificuldades estruturais e materiais, e o desconhecimento da população sobre a atuação do fisioterapeuta ainda limitam a sua atividade na atenção básica. Essa pesquisa objetivou investigar o conhecimento dos usuários de uma Unidade Saúde da Família (USF) sobre a Fisioterapia, e sua percepção quanto às suas necessidades em relação à atuação do fisioterapeuta. Trata-se de um estudo transversal e descritivo, de abordagem quantitativa. Valeu-se da aplicação de um questionário elaborado pela autora a 275 usuários de uma USF em Ribeirão Preto/SP. Os entrevistados tinham como características predominantes a média de idade de 43 anos, ser do sexo feminino, morar com seus companheiros e residir na áreaadstrita à Unidade por cerca de 6 a 10 anos, trabalhar no próprio lar, apresentar baixa escolaridade, pertencer às classes econômicas C e D. Em relação à presença de familiares portadores de deficiência física ou doenças graves, tinham índice igual ou superior ao estimado pela OMS. Quanto aos aspectos mais específicos da Fisioterapia, embora a maioria já tivesse ouvido falar sobre a profissão e a considerasse muito importante, gostaria de saber mais sobre ) ela. Entretanto, o conhecimento dos entrevistados se mostrou voltado aos aspectos de reabilitação e/ou tratamento, indicaram que as pessoas que mais precisam de Fisioterapia são os deficientes físicos, portadores de lesão e/ou algias músculo-esquelético; que o fisioterapeuta trabalha principalmente no hospital; que não realiza ações educativas e que há dificuldade de acesso ao fisioterapeuta. Assim, 98% destes consideraram necessária a inclusão do fisioterapeuta na equipe da USF. Poucos entrevistados já foram, ou tiveram familiares, atendidos por fisioterapeuta, e 29% afirmaram precisar atualmente destes serviços. Considerando-se o reduzido número de fisioterapeutas na Rede Municipal de Saúde e os benefícios que as pessoas poderiam auferir a partir de uma concepção menos restrita da profissão, propõe-se, dentro da lógica de valorização da participação popular na Atenção Básica, uma maior divulgação do campo potencial de atuação da Fisioterapia na Atenção Primária junto a esse segmento, atuando por meio de açõesarticuladas com as equipes de forma a qualificar cada vez mais a assistência no SUS
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.02.2009
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Sarah Tarcísia Rebelo Ferreira de; CACCIA-BAVA, Maria do Carmo Gullaci Guimarês. Conhecimentos e percepções dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapia. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-12022009-212932/ >.
    • APA

      Carvalho, S. T. R. F. de, & Caccia-Bava, M. do C. G. G. (2009). Conhecimentos e percepções dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapia. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-12022009-212932/
    • NLM

      Carvalho STRF de, Caccia-Bava M do CGG. Conhecimentos e percepções dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-12022009-212932/
    • Vancouver

      Carvalho STRF de, Caccia-Bava M do CGG. Conhecimentos e percepções dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17139/tde-12022009-212932/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019