Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O desenvolvimento do conceito de morte digna na UTI pediátrica (2008)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: POLES, KÁTIA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: CUIDADO DA CRIANÇA; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; ATITUDES FRENTE À MORTE; FORMAÇÃO DE CONCEITO; CUIDADOS A DOENTES TERMINAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi desenvolver o conceito de morte digna da criança na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica. O Modelo Híbrido de Desenvolvimento de Conceitos foi aplicado em suas três fases: Teórica, de Campo e Analítica Final. Na Fase Teórica, foram analisados 49 artigos nas áreas Médica e de Enfermagem que estudaram e focalizaram a morte digna da criança. A Fase de Campo foi conduzida através de entrevistas semi-estruturadas com nove enfermeiras e sete médicos que atuavam em UTI pediátrica. Os dados da Fase de Campo foram analisados utilizando-se os resultados da Fase Teórica como eixo teórico e a Análise de Conteúdo como referencial metodológico. Na Fase Analítica Final, os resultados da Fase Teórica e de Campo foram comparados, analisados e integrados. Os dados evidenciam que a MORTE DIGNA na UTI pediátrica é ter um tratamento clínico de excelência no final de vida, com honra aos benefícios da evolução natural da doença, respeito aos aspectos socioculturais, conforto físico e bem-estar. A morte digna ocorre em um contexto de veracidade e parceria entre a equipe e a família, no qual é possível expressar expectativas e receios. O resultado da morte digna é o alívio do sofrimento tanto da criança quanto da família. Os dados da Fase Teórica apontam os antecedentes, atributos e conseqüências da morte digna como situações protocolares, porém, na Fase de Campo foi possível identificar o componente experiencial que está por trás das condutas dosprofissionais diante da criança em final de vida. Assim, pôde-se compreender como se dá a manifestação do conceito na prática clínica, possibilitando a ampliação dos dados identificados na Fase Teórica. Clarificar o conceito de morte digna na UTI pediátrica permite fortalecer teorias sobre os cuidados no final de vida à criança e à família, bem como possibilita aos profissionais que atuam na prática clínica refletirem sobre as motivações que pautam atitudes e e decisões diante da criança fora de possibilidade de cura.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2008
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      POLES, Kátia; BOUSSO, Regina Szylit. O desenvolvimento do conceito de morte digna na UTI pediátrica. 2008.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7136/tde-06052009-121507/ >.
    • APA

      Poles, K., & Bousso, R. S. (2008). O desenvolvimento do conceito de morte digna na UTI pediátrica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7136/tde-06052009-121507/
    • NLM

      Poles K, Bousso RS. O desenvolvimento do conceito de morte digna na UTI pediátrica [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7136/tde-06052009-121507/
    • Vancouver

      Poles K, Bousso RS. O desenvolvimento do conceito de morte digna na UTI pediátrica [Internet]. 2008 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7136/tde-06052009-121507/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019