Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Linfedema pós-câncer de mama: protocolo de tratamento com estimulação elétrica de alta voltagem (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROS, VANESSA MUNDIM E - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Subjects: NEOPLASIAS MAMÁRIAS; LINFEDEMA; REABILITAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Uma das principais complicações do tratamento cirúrgico do câncer de mama é o linfedema do membro superior homolateral à linfonodectomia, que pode levar a sérias conseqüências físicas e emocionais às mulheres que o apresentam. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia de um protocolo que inclui a utilização da estimulação elétrica de alta voltagem, no tratamento do linfedema, em um grupo de mulheres submetidas à cirurgia para o câncer de mama. O protocolo de tratamento constituiu-se de aplicações da estimulação elétrica de altavoltagem, duas vezes por semana, num total de catorze sessões, em dias de atendimento de um núcleo de reabilitação, complementadas por orientações quanto ao autocuidado, automassagem e exercícios físicos, no domicílio. Os instrumentos de avaliação foram: a perimetria em sete pontos; o cálculo da diferença de volume (DV) entre os membros e do percentual de aumento do volume (PAV) do membro com linfedema, em relação ao contralateral; um formulário com dados sociodemográficos e pessoais, acerca do tratamento do câncer de mama, e outro acerca dos sinais e sintomas do linfedema. Participaram 17 voluntárias, com uma diferença de perimetria de 2 a 5 centímetros entre os membros superiores. Os resultados analisados por meio do método estatístico T pareado para variáveis dependentes revelaram redução significativa de 14,13% (p = 0,0067) do PAV e de 13,8% (p = 0,0089) da DV. A perimetria apresentou redução significativa em 3 pontos: sete cmacima do cotovelo (p = 0,0138), sete cm abaixo do cotovelo (p = 0,0282) e no punho (p = 0,0476). A análise das variáveis subjetivas, sobre a avaliação do aspecto do membro com linfedema, por meio do teste de McNemar para dois grupos emparelhados, também revelou melhora significativa de alguns sinais e sintomas. Houve melhora na sensação de membro volumoso (p = 0,0265), na sensação de aumento de temperatura (p = 0,0003), melhora da dor (p = 0,0442), da ) ADM (p = 0,0098), da consistência do linfedema (p = 0,0002) e do sinal de cacifo (p = 0,0023). Pôde-se concluir que a utilização da estimulação elétrica de alta-voltagem associada a exercícios e orientações foi eficaz na redução do linfedema
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.03.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EE10200014140T3636
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, Vanessa Mundim e; PANOBIANCO, Marislei Sanches. Linfedema pós-câncer de mama: protocolo de tratamento com estimulação elétrica de alta voltagem. 2009.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-01042009-111407/ >.
    • APA

      Barros, V. M. e, & Panobianco, M. S. (2009). Linfedema pós-câncer de mama: protocolo de tratamento com estimulação elétrica de alta voltagem. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-01042009-111407/
    • NLM

      Barros VM e, Panobianco MS. Linfedema pós-câncer de mama: protocolo de tratamento com estimulação elétrica de alta voltagem [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-01042009-111407/
    • Vancouver

      Barros VM e, Panobianco MS. Linfedema pós-câncer de mama: protocolo de tratamento com estimulação elétrica de alta voltagem [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-01042009-111407/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: