Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do equilíbrio em mulheres com e sem fibromialgia e sua relação com dor, flexibilidade e qualidade de vida (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTO, ADRIANA DE SOUSA DO ESPIRITO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MSP
  • Subjects: FIBROMIALGIA; MÚSCULO ESQUELÉTICO; ACIDENTES POR QUEDAS
  • Language: Português
  • Abstract: As quedas atualmente constituem um importante problema de saúde pública, por gerar intercorrências á saúde do indivíduo e até levar a internações hospitalares e ao óbito. Quedas apresentam fatores causadores múltiplos, incluindo elementos ambientais extrínsecos e fatores intrínsecos como aspectos fisiológicos, musculoesqueléticos e psicossociais. O estudo sobre quedas tem privilegiado os idosos e pessoas portadoras de dor musculoesquelética, sendo que muitos idosos também têm queixa de dor. A fibromialgia é uma síndrome dolorosa de etiopatogenia desconhecida que acomete preferencialmente mulheres, sendo caracterizada por dores musculoesqueléticas difusas, locais dolorosos específicos à palpação associados freqüentemente a distúrbio do sono, fadiga, cefaléia crônica e distúrbios psíquicos, como depressão. Assim sendo as pessoas portadoras dessa síndrome apresentam fatores intrínsecos (dor, depressão, fadiga) que podem estar associados às quedas e o objetivo desse estudo foi verificar o risco de quedas nesta população sua relação com intensidade da dor, flexibilidade e qualidade de vida. Participaram do estudo 48 mulheres entre 40-59 anos, sendo 22 com fibromialgia (GF) encaminhadas do Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas e 26 assintomáticas que constituíram o grupo controle (GC). Para avaliar o equilíbrio foi utilizada a "Berg Balance Scale" (escala Berg), "Activities-specific Balance Confidence scale (escala ABC)" e teste de tempo de reação.A avaliação da flexibilidade foi utilizando o teste de 3o dedo ao solo. Para caracterizar os sujeitos fibromiálgicos foram realizados: Questionário do Impacto da Fibromialgia (QIF) e Escala Visual Analógica (EVA). Para a análise dos dados foi utilizada Análise Descritiva e Análise Inferencial (teste t student, teste de Mann-Whitney U e correlação simples e de Spearman com nível de significância = 0,05)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM1736571-10W4.DB8^SP.USP^FM-2^S229av^2009
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTO, Adriana de Sousa do Espírito; MARQUES, Amélia Pasqual. Avaliação do equilíbrio em mulheres com e sem fibromialgia e sua relação com dor, flexibilidade e qualidade de vida. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5163/tde-27082009-155257/ >.
    • APA

      Santo, A. de S. do E., & Marques, A. P. (2009). Avaliação do equilíbrio em mulheres com e sem fibromialgia e sua relação com dor, flexibilidade e qualidade de vida. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5163/tde-27082009-155257/
    • NLM

      Santo A de S do E, Marques AP. Avaliação do equilíbrio em mulheres com e sem fibromialgia e sua relação com dor, flexibilidade e qualidade de vida [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5163/tde-27082009-155257/
    • Vancouver

      Santo A de S do E, Marques AP. Avaliação do equilíbrio em mulheres com e sem fibromialgia e sua relação com dor, flexibilidade e qualidade de vida [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5163/tde-27082009-155257/